Agronegócio

Missão Europeia inspeciona estabelecimentos brasileiros

Objetivo é verificar andamento dos trabalhos de identificação e certificação de bovinos
Por:
1179 acessos
Objetivo é verificar andamento dos trabalhos de identificação e certificação de bovinos e bubalinos em locais já habilitados a exportar para a União Europeia

Inspetores do Escritório de Alimentação e Veterinária da União Européia (FVO, sigla em inglês) chegaram ao Brasil nesta segunda-feira, 14 de outubro, para avaliar os trabalhos de identificação e certificação individual dos animais em propriedades rurais habilitadas para exportar para aquele bloco econômico. Atualmente, 1.687 fazendas podem exportar carne bovina in natura para a UE.


A última inspeção da UE com foco em identificação e certificação ocorreu em março de 2012. Neste ano, serão inspecionados estabelecimentos em São Paulo, Minas Gerais, Goiás e no Mato Grosso. As visitas começam nesta terça-feira, 15 de outubro, e ocorrem até o dia 28 deste mês.


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é a instituição responsável por identificar e certificar o rebanho de bovinos e bubalinos do território nacional, por meio do Sistema de Identificação e Certificação de Bovinos e Bubalinos (Sisbov). Este trabalho é realizado em parceria com serviços estaduais de Defesa Agropecuária.


De acordo com o coordenador do Serviço de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos, Alexandre Bastos, a verificação do sistema pela UE é importante para o país já que o bloco é um dos mercados mais exigentes do mundo. “Muitos outros países acabam seguindo as diretrizes definidas pela UE, o que gera um grande impacto nas exportações de carne brasileira”, ressaltou.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink