Moagem de cana no centro-sul do Brasil supera 500 mi toneladas

Agronegócio

Moagem de cana no centro-sul do Brasil supera 500 mi toneladas

Volume é 12,6% superior ao de igual período no ano passado
Por: -Marcelo Teixeira
1138 acessos

A moagem de cana no centro-sul do Brasil na safra 2010/11 atingiu 500,9 milhões de toneladas até o dia 1o de novembro, volume 12,6 por cento superior ao de igual período no ano passado, informou nesta quarta-feira a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar).

A moagem na segunda metade do mês passado somou 30,12 milhões de toneladas, alta de 15 por cento ante a quinzena anterior, quando períodos de chuva atrapalharam as atividades.

"A perspectiva é de redução progressiva na quantidade de cana-de-açúcar processada a partir da próxima quinzena, isso porque o número de unidades produtoras em operação está em contínuo declínio", afirmou o diretor técnico da Unica, Antônio de Pádua Rodrigues.

A produção de açúcar no acumulado da safra aumentou 23,9 por cento ante o mesmo período de 09/10, para 30,5 milhões de toneladas.

Até 1o de novembro, a produção de etanol havia crescido 18,6 por cento em relação à mesma época do ano passado, para 22,95 bilhões de litros.

Segundo a entidade, 44 unidades produtoras já encerraram as atividades em 2010/11. Em igual período do ano passado, apenas cinco usinas haviam terminado de moer. Com um ano bem mais seco do que o anterior, a moagem se acelerou no centro-sul.

"Segundo levantamento feito pela Unica, em parceria com os demais sindicatos e associações do Centro-Sul, a estimativa é de que até o final de novembro cerca de 140 usinas finalizem suas operações, contra apenas 15 unidades na safra passada", acrescentou Pádua.

"Estes números evidenciam o encerramento precoce da atual safra em muitas regiões, decorrente da menor oferta de matéria-prima", afirmou o dirigente.

A Unica citou dados apurados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) informando que a quebra agrícola do canavial colhido em outubro atingiu 18,41 por cento, valor superior aos 15,77 por cento observados no mês de setembro.

No acumulado desde o início da safra, a redução da produtividade agrícola, devido ao tempo mais seco que o normal, atingiu 5,75 por cento.

Já a quantidade de ATR (açúcar total recuperável) por tonelada de matéria-prima foi de 142,42 kg no acumulado da safra, aumento de 7,42 por cento em relação ao mesmo período de 2009.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink