Modelo de produção de leite espanhol é possível para o RS
CI
Agronegócio

Modelo de produção de leite espanhol é possível para o RS

O ganho é reflexo de investimento em equipamentos
Por:
Após visitarem a localidade de Castanhal, na Galícia (Espanha), o secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, e lideranças que integram a comitiva gaúcha ao país consideraram viável copiar o modelo de produção de leite espanhol para elevar a produtividade de pequenas propriedades gaúchas. O sucesso da produção na Galícia, que tem média de 30 litros/vaca/dia, está baseado no tripé genética, sanidade animal e associativismo. Um exemplo é a Fazenda Teixeiro, visitada ontem. No local, os 40 ha e as 150 vacas são encargo de apenas três irmãos. A família obtém 32 litros/vaca/dia e cada um tira um pró-labore de 900 euros. O ganho é reflexo de investimento em equipamentos. Todas as vacas são rastreadas e recebem bracelete eletrônico. O leite é entregue por 32 centavos de euro o litro (R$ 1,21) para uma cooperativa que fornece assistência, inclusive terceirizando a produção de feno para os animais.


O presidente da Fetag, Elton Weber, que também participa da missão, afirma que o modelo no RS precisaria de pequenos ajustes, como a melhoria da situação sanitária do rebanho gaúcho, principalmente nos casos de tuberculose e brucelose e definiu como visceral a ligação entre os produtores gaúchos e a Galícia.


Hoje, o grupo visita propriedades para conferir tecnificação e uma indústria de leite e de queijos com denominação de origem.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.