Moderfrota recebe mais R$ 1 bilhão para financiar equipamentos


Agronegócio

Moderfrota recebe mais R$ 1 bilhão para financiar equipamentos

Por:
4 acessos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a liberação de créditos de R$ 1 bilhão para serem aplicados até o mês que vem no Moderfrota, programa criado em março 2000 para modernizar a agricultura brasileira. Os recursos são do próprio banco, através do programa Finame Especial Agrícola, com taxas de juros de 13,95% ao ano, com prazo de pagamento de 5 anos. A dotação é para atenuar a pressão que o banco vem sofrendo para aumentar o volume de financiamentos para a compra de tratores e implementos agrícola.

Para o período agrícola, que vai de julho deste ano a junho do ano que vem, o BNDES havia recebido do Governo Federal uma dotação de R$ 2 bilhões, com taxas de juros equalizadas. Esse dinheiro teria de ser liberado, segundo o contingenciamento aprovado pelo governo, em três etapas: R$ 1.250 milhões até 31 de janeiro de 2004; R$ 550 milhões até 30 de abril e os outros R$ 200 milhões até 30 de junho. Ocorre que em outubro, toda a verba de R$ 1.250 milhões estava comprometida - R$ 700 milhões já haviam sido liberados e outros R$ 550 milhões estavam à espera de liberação. "A diretoria do banco resolveu, então, alocar mais R$ 1 bilhão até dezembro pelo Finame Agrícola Especial, que é uma linha onde todo o risco é do BNDES", declarou Conceição Keller, gerente de Suporte e Controle Operacional do banco.Para o exercício agrícola, que termina em junho do ano que vem, estão aprovados recursos de R$ 3 bilhões para o Moderfrota - R$ 1 bilhão do BNDES e R$ 2 bilhões de recursos com taxas equalizadas, aprovadas pelo Governo Federal. Esses recursos tem taxas mais baixas que as do Finame Agrícola. Quem tem faturamento bruto até R$ 150 mil paga juros de 9,75% e pode pegar até 100% do financiamento. Com faturamento maior, a taxa sobe para 12,75% e cai para 80% o valor da máquina a ser financiada. Os prazos de financiamento são fixados em 6 anos para a compra de colheitadeiras e de 5 anos para tratores.

Desde que esse programa foi criado, os recursos para o Moderfrota possibilitaram uma renovação de cerca de 20% da frota de tratores e implementos agrícolas, da ordem de 42,6 mil em dezembro do ano passado.

Ganhos de produtividade

"Se levarmos em conta que a área plantada cresceu 16% entre 2000 e 2003 e a produção de grãos aumentou 47%, chega-se a conclusão que houve um aumento de 27% na produtividade agrícola brasileira", explica Conceição.

No período agrícola de 2001/2002, foram liberados R$ 3.310 milhões pelo Moderfrota. Desde a criação do programa, os financiamentos bateram na casa dos R$ 7 bilhões, com 154,6 mil operações aprovadas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink