Monsanto financia bolsa de estudos internacional para pesquisas com arroz e trigo

Agronegócio

Monsanto financia bolsa de estudos internacional para pesquisas com arroz e trigo

Diretor do Programa Beachell-Borlaug International Scholars, administrado pela Universidade do Texas (EUA) e que terá investimentos de US$ 10 milhões nos próximos cinco anos, vem ao País falar sobre o projeto
Por: -Janice
524 acessos

Com investimentos de US$ 10 milhões nos próximos cinco anos, a Monsanto anunciou, neste ano, o lançamento do Programa Beachell-Borlaug International Scholars para financiar bolsas de estudos para cientistas, melhoristas e estudantes universitários interessados em desenvolver novas tecnologias de produção de arroz e trigo.

A Monsanto convida para coletiva de imprensa com Ed Runge, diretor do Programa Beachell-Borlaug e um dos mais atuantes agrônomos americanos na última metade do século 20; e de Rodrigo Almeida, diretor de Assuntos Corporativos da Monsanto do Brasil. A coletiva será realizada na próxima segunda-feira, dia 27 de julho, às 11h, na Estação Experimental do Arroz do Instituto de Pesquisa Rio Grandense (IRGA), na avenida Bonifácio Carvalho Bernardes, 1494, Cachoeirinha, RS.

Runge veio ao Rio Grande do Sul para divulgar o programa em universidades e instituições de pesquisa do Estado, que é produtor de arroz e trigo. Na oportunidade, ele e Almeida falarão sobre os diferenciais do projeto e a importância dele para os pesquisadores e melhoristas gaúchos de arroz e trigo.

O programa Beachell-Borlaug International Scholars – administrado pela Universidade do Texas – homenageia os pesquisadores Henry Beachell e Norman Borlaug, vencedores do World Food Prize e pioneiros nos trabalhos científicos de melhoramento genético das duas culturas.

A iniciativa faz parte do compromisso da Monsanto em colaborar para o aumento da produção mundial de alimentos, com maior preservação dos recursos naturais. Arroz e trigo foram escolhidos porque, estima-se, são a base nutricional de 3 bilhões de pessoas, principalmente em países em desenvolvimento.

Outras informações pelo portal www.producemoreconservemore.com. As informações são da assessoria de imprensa da Monsanto.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink