Monsanto quer negociar royalties da soja com produtor

Agronegócio

Monsanto quer negociar royalties da soja com produtor

Por:
7 acessos

A multinacional Monsanto irá procurar produtores rurais para negociar o pagamento de royalties sobre o uso da semente de soja transgênica criada pela empresa. Foi a forma encontrada pela Monsanto para driblar a medida provisória 223.

A MP prevê que a multinacional só receba a indenização se o produtor apresentar nota fiscal de compra da semente. Mas, no Rio Grande do Sul -maior produtor de soja transgênica do país-, as sementes foram contrabandeadas da Argentina.

Em uma nota de cinco linhas, a Monsanto informou que irá se reunir com produtores para encontrar "a melhor maneira" de receber pelo direito intelectual de criação da semente.

A Folha tentou contato com representantes da multinacional, mas a assessoria de imprensa informou que ninguém iria se pronunciar. Sobre as providências para receber os royalties, a empresa relatou na nota que "irá se reunir com os membros da cadeia produtiva da soja no Brasil para determinar a melhor maneira de ser ressarcida pelo uso da tecnologia que desenvolveu".

O vice-presidente da CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária), Carlos Sperotto, que também preside a Farsul (Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul), disse que o posicionamento da Monsanto é culpa da MP. Segundo ele, a medida provisória gera "incerteza" no produtor. "A MP não proibiu a cobrança do royalties, mas coloca a necessidade de apresentação da nota. Acontece que a semente veio de uma região de fronteira, sem nota".

Para Sperotto, o produtor não deve acreditar que irá deixar de pagar pelos royalties na próxima safra. Segundo ele, o comprador estrangeiro pode exigir que seja embutido no preço da soja um tipo de compensação para o caso de ele, comprador, ser acionado judicialmente pela Monsanto.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink