Monsanto reforça parceria com produtor para aumentar plantio do refúgio

Agronegócio

Monsanto reforça parceria com produtor para aumentar plantio do refúgio

Campanha oferece 30% de desconto
Por:
2657 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
 
Empresa oferece desconto de 30% na compra de sementes convencionais ou tolerantes ao herbicida glifosato destinadas à área de refúgio na cultura do milho
 
Para incentivar os produtores de milho a seguir as boas práticas agrícolas, a Monsanto lançou uma campanha que oferece 30% de desconto para a compra de sementes destinadas ao refúgio. Em queda desde a introdução das primeiras biotecnologias de milho, o plantio do refúgio fechou a última safra em apenas 20% da área, de acordo com o Instituto Kleffmann. A companhia espera aumentar o percentual para até 70% em dois anos. “As tecnologias resistentes a insetos trouxeram benefícios para a agricultura do País e precisamos preservá-las”, afirma o gerente de Marketing para Milho e Sorgo da Monsanto, Cesar Barros.

O produtor Hidelbrando Coradini, de Primavera do Leste (MT), semeou nesta safrinha 1,6 mil hectares de milho e começou a colheita no início de julho. “Eu tenho o refúgio de 10% em toda a minha área. Acho que todos os produtores deveriam fazer ou não teremos mais sementes que resistam a lagartas”, afirma. De acordo com Coradini, após começar a usar sementes Bt (resistentes a insetos), ele nunca mais precisou pulverizar a lavoura com inseticidas. O produtor acredita que o incentivo financeiro na compra de sementes de refúgio convencionais ou tolerantes ao glifosato fomentará o plantio do refúgio.

Leandro Carneiro que administra uma fazenda em Uberlândia (MG) vai voltar a plantar a área de refúgio na propriedade depois de duas safras. Ele destaca a parceria da Monsanto com os agricultores para conscientizar sobre as boas práticas agrícolas. “Antigamente, não havia nenhum benefício ou ganho para o plantio do refúgio. A Monsanto está sendo uma parceira do produtor, fornecendo material com menor custo para proteger sua tecnologia Bt”, afirma.

Além do refúgio, o agricultor deve seguir outras boas práticas agrícolas como a dessecação antecipada, o monitoramento da área, a rotação de culturas e outras opções de controle. Elas são a base para o aumento da produtividade e auxiliam na expressão do máximo potencial da semente.

Especialista em insetos, o gerente de regulamentação da Monsanto Renato Carvalho explica que, na natureza, sempre há alguns indivíduos que podem ser resistentes às tecnologias. O plantio do refúgio tem por objetivo manter uma população de lagartas suscetível às proteínas Bt, ou seja, não resistente. Com isso, os insetos adultos das pragas que se desenvolveram na área de refúgio vão acasalar com qualquer indivíduo resistente que possa ter sobrevivido ao milho Bt e transmitir novamente a suscetibilidade ao Bt para as gerações seguintes, protegendo a eficácia da tecnologia no controle das pragas.

“A preservação e a sustentabilidade das tecnologias de milho dependem do cumprimento das recomendações de Manejo de Resistência de Insetos, que traz o refúgio como principal componente. Além disso, recomendamos outras medidas importantes do Manejo Integrado de Pragas (MIP), como a dessecação antecipada, o monitoramento da área, a rotação de culturas e outras opções de controle”, completa Carvalho.

Para participar da campanha, válida para os híbridos de milho das marcas Agroeste, Sementes Agroceres e Dekalb, com as tecnologias VT PRO, VT PRO 2, VT PRO 3 e VT PRO MAX, os produtores devem reservar um mínimo de 10% da área da cultura de milho com essas tecnologias para o plantio do refúgio. Por exemplo: em uma área de 100 hectares, pelo menos 10 hectares (equivalente a 10% do total) devem ser plantados com milho convencional ou com tolerância ao herbicida glifosato, sem a tecnologia Bt.

A campanha Refúgio com Desconto oferece o benefício de 30% de desconto para a compra de sementes destinadas ao refúgio. Mais informações no site www.refugiocomdesconto.com.br.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink