Morte súbita ameaça 22 milhões de pés de laranja em Riolândia (SP)


Agronegócio

Morte súbita ameaça 22 milhões de pés de laranja em Riolândia (SP)

Por:
21 acessos

A localização de um novo foco de morte súbita dos citros na cidade de Riolândia (SP) coloca sob ameaça 22 milhões de árvores na região Noroeste paulista, cerca de 11% do Estado de São Paulo. Segundo o secretário-executivo do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), Nelson Gimenes Fernandes, o pomar no qual foi localizada a doença tem 15 mil árvores com até 14 anos de idade.

Segundo ele, o pomar era bem cuidado, totalmente irrigado e a saída para que ele seja salvo, bem como os pomares vizinhos, é a adoção da subenxertia, que consiste em enxertar uma variedade de laranja em uma base (raiz e tronco) de uma espécie resitente à doença. "Se o pomar fosse meu, adotaria essa medida", disse.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink