Morte Súbita dos Citros chega também a Bebedouro (SP)
CI
Agronegócio

Morte Súbita dos Citros chega também a Bebedouro (SP)

Por:

O Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) confirmou, dia 29 de outubro, a descoberta de um caso de Morte Súbita dos Citros (MSC) em Bebedouro (SP), município que está entre os maiores produtores de laranja do País, com 5,25 milhões de árvores em produção. O maior problema, segundo a entidade, é o crescimento da área geográfica da incidência da praga, que vem mobilizando todo o setor citrícola brasileiro.

Junto com Bebedouro, o Fundecitrus anunciou mais cinco municípios com a doença. A MSC foi identificada em laranjais de Bálsamo, Cosmorama, Embaúba, Monte Azul Paulista e Onda Verde, todos no Noroeste do Estado de São Paulo, região que já apresentava contaminação. Mas, com os novos focos, sobe para 29 o número de municípios com a doença no Triângulo Mineiro e São Paulo.

Para o secretário-executivo do Fundecitrus, Nelson Gimenes, as descobertas não significam o avanço da doença. “São áreas onde ainda não havíamos feito a vistoria”, lembra. “Além disso, foi localizada apenas uma árvore doente em cada município.”

Mas Gimenes reconhece que há uma preocupação maior com as novas identificações da doença. “Além de estarmos vendo crescer a região geográfica de incidência, hoje a praga está em uma área com maior produção de laranja e a presença em apenas um pé não significa que outros não estejam contaminados. Pode ser que outras plantas não estejam apresentando os sintomas da Morte Súbita.”

“Não se trata de uma explosão da doença, apesar do número de municípios divulgados. É o resultado do trabalho de um mês de varredura. Mas a doença continua muito preocupante”, afirma o pesquisador.

Gimenes lembra que poderá haver aumento na descoberta de plantas infectadas a partir de agora. “Nos últimos meses, com o tempo seco, a doença pode ter ficado mascarada”, explica. Com as chuvas, a identificação da MSC fica mais fácil.

A região de Bebedouro, é responsável pela produção de 47 milhões de caixas de 40,8 quilos de laranja, o que representa 19% da produção total estimada para este ano no Brasil pela Associação Brasileira dos Exportadores de Cítricos (Abecitrus), de 260 milhões de caixas.

A região possui 32 milhões de pés em produção e 3,83 milhões de árvores novas. O município de Bebedouro é o maior produtor desta área agrícola com 5,25 milhões de árvores produtoras, com colheita estimada para a safra 2003/04 de 7,875 milhões de caixas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink