Movimento com CPRs do BB recua 43,3% em 2006

Agronegócio

Movimento com CPRs do BB recua 43,3% em 2006

O desempenho ainda reflete a crise nas áreas de grãos e pecuária, iniciada em 2004
Por: -Mauro Zanatta
1 acessos
Principal fonte de recursos a juros de mercado no agronegócio, as operações com Cédulas de Produto Rural (CPRs) no Banco do Brasil movimentaram R$ 2,53 bilhões em 2006, 43,3% menos que em 2005 (R$ 4,45 bilhões). O desempenho, apurado em 37.374 contratos, ainda reflete a crise nas áreas de grãos e pecuária, iniciada em 2004.


Para efeitos contábeis, entretanto, o BB soma a esse volume um total de R$ 1,2 bilhão em refinanciamentos de CPRs pela linha FAT Giro Rural. Por este critério, o volume total subiria a R$ 3,73 bilhões - ainda assim um resultado 16,3% inferior ao apurado no ano anterior. No início de 2006, o BB previa negociar R$ 5 bilhões com esses títulos. O "boom" dos papéis ocorreu em 2004, quando foram financiados R$ 4,47 bilhões. A CPR permite ao produtor antecipar dinheiro mediante garantia de entrega futura da produção ou da liquidação financeira em bancos.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink