Agronegócio

MS: Sudeco garante R$ 2,5 milhões para erva-mate

Por:
401 acessos
A Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), vinculada ao Ministério da Integração Nacional, empenhou nesta quarta-feira (25) R$ 2,5 milhões para investimento e custeio do projeto que pretende reintroduzir o plantio da erva-mate nos municípios sul-mato-grossenses situados na fronteira com o Paraguai.


Apoiada pelo senador Waldemir Moka (PMDB), a proposta resgata o valor cultural e econômico do produto,matéria-prima do tereré, bebida típica do sul-mato-grossense. “A erva-mate é um produto identificado com a nossa terra, com a nossa cultura. E ainda cumpre a legislação ambiental sobre a manutenção de 20% da reserva legal da área explorada”, avalia.


O projeto será desenvolvido no Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, um dos maiores do país. O objetivo é ocupar a grande mão-de-obra ociosa de trabalhadores da localidade. A expectativa é que a produção envolva cerca de 3 mil famílias assentadas. Estimativa preliminar indica que cada hectare plantado gere renda de R$ 10 mil anuais.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink