MS é o 3º a dar destinação correta à embalagens de agrotóxicos

Agronegócio

MS é o 3º a dar destinação correta à embalagens de agrotóxicos

Por:
544 acessos

Mato Grosso do Sul atualmente ocupa o terceiro lugar, com 555,9 toneladas de embalagens vazias que foram levadas para reciclagem ou incineração entre janeiro e abril, um número 17,2% maior que o mesmo período de 2008. Somente em abril, foram processadas 216,4 toneladas de embalagens no Estado. Os dados são do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), divulgados dia 13 de maio. No ano passado, Mato Grosso do Sul destinou 474,2 toneladas de embalagens de defensivos agrícolas.

No Brasil, nos quatro primeiros meses do ano, foram encaminhadas ao destino ambientalmente correto 8.107,9 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Esse volume representa um crescimento de 2,3% em relação ao mesmo período de 2008, quando foram processadas 7.925,3 t. Ao todo, são 76 fabricantes de defensivos agrícolas e mais de 2.900 distribuidores e cooperativas que participam do programa de processamento de embalagens em 25 Estados.

O destaque fica para o Estado de Alagoas, com 23,6 toneladas destinadas corretamente, um crescimento de 143% em relação a 2007; Goiás, com 1.017 toneladas, aumento de 30%; Maranhão, 211,6 toneladas e acréscimo de 67%; e Tocantins, que processou 50,7 toneladas, volume 40% maior em relação a 2008.

Segundo o inpEV, a atuação conjunta entre indústria fabricante, produtores rurais, canais de distribuição, cooperativas e o poder público colaboraram para aumentar os índices de processamento. No Estado, destaca-se a colaboração da Agência Estadual de Defesa Sanitária, Animal e Vegetal (Iagro), Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Secretaria de Estado de Meio Ambiente, das Cidades, do Planejamento e da Ciência e Tecnologia (Semac) e Secretaria de Estado de Produção e Turismo (Seprotur).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink