MT: agricultores familiares conseguem R$ 32 milhões em financiamentos viabilizados pela Empaer
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,23 (-0,18%)

Imagem: Pixabay

FINACIAMENTO

MT: agricultores familiares conseguem R$ 32 milhões em financiamentos viabilizados pela Empaer

Agricultores familiares conseguiram financiamentos para investimento e custeio por meio de projetos de crédito pela Empaer
Por:
31 acessos

Os agricultores familiares conseguiram R$ 32,2 milhões em financiamentos para investimento e custeio por meio de projetos de crédito elaborados pelos técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), de janeiro a junho. Nesta safra, agricultores de 132 municípios de Mato Grosso obtiveram recursos.

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, analisa que, mesmo diante da pandemia do novo Coronavírus, no período de janeiro a junho, foram elaborados 929 projetos de crédito, sendo 804 na linha do Pronaf, 21 do FCO e 104 em outras linhas. Ele compara ao ano anterior, em que os agricultores financiaram recursos na ordem de R$ 54,6 milhões do crédito rural. “Esse é um excelente resultado diante do cenário diferente que estamos vivendo com doenças e, mesmo assim, conseguimos atender os nossos clientes”, esclarece.

De acordo com Loffi, a contratação do crédito permite ao agricultor investir em sua propriedade para gerar lucro e renda. Ele cita a aquisição de equipamentos de irrigação para produzir durante todo o ano frutas, legumes e verduras, além de implementos agrícolas, recuperação de áreas degradadas, cultivo protegido, aquisição de animais e outros. “O acesso ao crédito pode mudar a vida da família do agricultor a produzir mais e com qualidade”, ressalta.

Para otimizar o trabalho e evitar gastos com serviços de terceiros, o produtor rural Jair Gervazoni, proprietário do Sítio Santa Maria, localizado na comunidade Brejão, município de Barra do Bugres (168 km a Médio-Norte de Cuiabá), financiou um trator e uma grade aradora com 14 discos com recursos do Pronaf Mais Alimentos no valor de R$ 145 mil. Em parceria com o seu filho, também produtor, os equipamentos serão utilizados para recuperação e formação de pastagem e plantio de cana-de-açúcar numa área de 77 hectares.

Com o recurso do crédito, os produtores vão reformar e recuperar quase toda a área de pastagem que está totalmente degradada, aumentar o plantio de cana-de-açúcar e tratar os animais no cocho. “O trabalho manualmente é muito difícil e pagar para terceiros realizarem o serviço fica muito caro”, esclarece Jair.

No Plano Safra 2020/2021, foram liberados para os beneficiários do Pronaf recursos no valor de R$ 33 bilhões para custeio, comercialização e investimento.  As taxas de juros foram reduzidas em mais 0,25 ponto percentual, dos atuais 3% e 4,6% ao ano para 2,75% para Pronaf Mais Alimentos e 4% para as demais linhas de crédito.

O agricultor tradicional tem a sua disposição a linha de crédito do Pronaf Mais Alimentos. São financiados projetos individuais de até R$ 165 mil para investimento e até R$ 250 mil para custeio. O financiamento tem até três anos de carência e 10 para pagar, conclui a assessoria.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink