MT: Sapezal e Campo Novo do Parecis debatem controle ao bicudo do algodoeiro

Agronegócio

MT: Sapezal e Campo Novo do Parecis debatem controle ao bicudo do algodoeiro

Debates ocorrem nos dias 27 e 28
Por:
1289 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

A situação do bicudo do algodoeiro nos Núcleos Regionais Médio Norte (Campo Novo do Parecis e região) e Noroeste (região de Sapezal) será o tema dos encontros do pesquisador Walter Jorge dos Santos com produtores e gerentes técnicos de produção em Mato Grosso.
 
O imenso potencial de dano do bicudo à cotonicultura mato-grossense e o conhecimento do pesquisador levaram a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) e o Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) a convidá-lo para uma série de reuniões técnicas com agricultores, técnicos e pesquisadores, iniciada na semana passada.
 
Em Sapezal, a reunião com Walter Jorge acontecerá no auditório do Hotel Pellegrini, às  19h30, nesta quarta-feira (27.08). Em Campo Novo do Parecis, o encontro acontecerá na Câmara Municipal dos Vereadores, às 8h, na quinta-feira (28.08).
 
Entre os assuntos a serem discutidos, medidas emergenciais de controle da praga e ações a serem realizadas no final da safra 2013/14 de algodão e na entressafra para combater o bicudo.

A praga

O bicudo do algodoeiro é um inseto que dizimou lavouras no Paraná, em São Paulo e outros estados do Nordeste nos anos de 1990. O forte ataque da praga obriga produtores a aumentar a aplicação de agrotóxicos, colocando em risco a continuidade dos negócios. O bicudo se alimenta dos botões florais da planta, o que os inviabiliza.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink