MT amplia confinamento no ano da soja
CI
Agronegócio

MT amplia confinamento no ano da soja

A expansão chega a 29%, para 763,9 mil cabeças
Por:
Num ano em que suas lavouras de soja estão crescendo 6,3% – para 6,7 milhões de hectares –, Mato Grosso aumenta também a criação de gado em confinamento. A expansão chega a 29%, para 763,9 mil cabeças, apontou levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) e da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat).


“O aumento do confinamento marca uma tendência. Mato Grosso tem todas as condições de se consolidar como o maior confinador do país”, disse Luciano Vacari, superintendente da Acrimat. Atualmente, o principal confinador no país é Goiás.

O confinamento é realizado no período de estiagem, quando o tempo mais seco prejudica as pastagens e também para liberar área para o plantio de grãos. Os bovinos são alimentados em cocho, como forma de garantir a oferta de animais para o abate.

O levantamento mostra que o aumento dos preços da arroba entre julho e novembro deu um estímulo adicional para o crescimento no número de animais confinados. De acordo com o Imea, o incremento foi de 7,2%, para R$ 92 reais por arroba. Mas os pecuaristas que confinam animais trabalham com um cenário de custos maiores. O estudo mostra que um aumento de 31,5% nos custos de confinamento em relação ao ano passado, atribuído à alta na ração e na silagem.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.