MT contrata R$ 1,254 bilhão em empréstimos no 1º trimestre
CI
Agronegócio

MT contrata R$ 1,254 bilhão em empréstimos no 1º trimestre

Empréstimos do BNDES foram liberados aos setores comercial, industrial e do agronegócio
Por:
Empréstimos do BNDES foram liberados aos setores comercial, industrial e do agronegócio

Recursos ofertados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para investimentos em Mato Grosso cresceu 104,9% no 1º trimestre deste ano sobre o mesmo período de 2012, totalizando R$ 1,254 bilhão, ante os R$ 612,3 milhões aplicados no ano anterior. Montante disponibilizado para os investidores em 2013 foi liberado por meio de 8,842 mil contratos, sendo 28,2% a mais que o número de operações registradas em 2012, quando chegou a 6,895 mil.


Atividade agropecuária foi a que mais contratou os financiamentos do BNDES, captando 49,39% do recurso total, no valor de R$ 619,7 milhões.

Montante registrado para os 3 primeiros meses deste ano superou em 137,4% o valor apurado para igual intervalo de 2012 (R$ 261,1 milhões). Número de contratos atendidos com o crédito para o setor também evoluiu 71,4% e chegou a 2,141 mil, ante 1,249 mil de janeiro a março do último ano. De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Carlos Fávaro, o setor agrícola recorreu mais ao crédito para aquisição de máquinas e investimentos em armazenagem.

Ele lembra que para esta última opção, está previsto um aporte de R$ 1,920 bilhão originários do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) ainda este ano. Pecuaristas foram atendidos basicamente por meio de duas linhas de crédito enquadradas no BNDES, segundo o superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari. “Houve redução dos juros no final do ano passado que permitiu aos pecuaristas acessarem esses recursos para compra de tratores e o setor não empresta mais porque as condições ofertadas não são compatíveis com a atividade”.

Comércio e serviços - Maior crescimento no volume de empréstimos foi registrado no setor terciário, que demandou R$ 235,8 milhões, sendo 165% a mais que o saldo contabilizado nos 3 primeiros meses de 2012, de R$ 89 milhões. Número de contratos também subiu 27,1% no acumulado de janeiro a março, totalizando 4,870 mil operações, ante 3,831 mil no ano anterior. Na avaliação do diretor da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat), Manuel Gomes as condições asseguradas nos financiamentos desde o ano passado, após as medidas de redução das taxas de juros, tornaram o crédito mais acessível. “Além disso, com o lançamento do Cartão BNDES ficou menos burocrático contratar os financiamentos, principalmente para os micro e pequenos empresários”. 

Indústria - Menor crescimento e captação de recursos do BNDES ocorreu na indústria, que contratou R$ 60,1 milhões de janeiro a março deste ano em Mato Grosso. Montante representa evolução de 0,5% sobre os R$ 57,3 milhões do ano passado. Valor total foi pulverizado entre 939 operações, que aumentaram 31% sobre a quantidade registrada em 2012, quando envolveu 717 contratos. Nesta atividade, o segmento de Alimentos e Bebidas foi que absorveu a maior parcela dos recursos aplicados na área industrial, num total de R$ 18,3 milhões e crescimento de 167,1% sobre o montante registrado no 1º trimestre do ano anterior, de R$ 6,8 milhões.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.