CI

Mato Grosso avança no ranking nacional de produção de café

MT sai da penúltima posição para um dos 10 maiores produtores de café do país


Foto: Pixabay

Em uma década, Mato Grosso ascendeu da penúltima posição para o 9º lugar no ranking nacional de produção de café, de acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O crescimento se deve ao apoio do programa MT Produtivo Café, do Governo de Mato Grosso, que beneficia exclusivamente agricultores familiares. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) de Mato Grosso.

Desenvolvido pela Seaf em parceria com a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), o programa distribui mudas de café, kits de irrigação, fertilizantes e equipamentos, visando melhorar as práticas agrícolas dos produtores.

Em 2014, Mato Grosso ocupava o penúltimo lugar na produção de café, superando apenas o Acre, com uma produção de 165 mil sacas. Atualmente, o estado se destaca entre os 10 maiores produtores do Brasil, alcançando 270,8 mil sacas neste ano.

Os municípios de Colniza, Nova Bandeirantes, Juína, Cotriguaçu e Aripuanã são os principais polos de produção de café em Mato Grosso. No total, 29 municípios estão envolvidos na atividade, consolidando a posição do estado como um dos principais produtores do grão no país.

Nos últimos 10 anos, a produtividade por hectare plantado em Mato Grosso aumentou em 185%. Anteriormente, a produção era de 8,2 sacas por hectare, enquanto agora é de 23,3 sacas por hectare. Este avanço reflete o impacto positivo das políticas de apoio e do investimento em tecnologia e inovação agrícola.

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.