MT tem área de transgênicos maior que China

Agronegócio

MT tem área de transgênicos maior que China

11 milhões de hectares cultivados
Por: -Leonardo Gottems
1434 acessos

Com 11 milhões de hectares cultivados com sementes geneticamente modificadas, o Mato Grosso tem área transgênica maior que países como China e Canadá. O estado – que é o maior produtor brasileiro de soja – plantou ainda milho e algodão com biotecnologia.


O MT só perde para os Estados Unidos (70,2 milhões ha) e Argentina (24,4 milhões de ha). “Qualquer pequena adoção ou pequena movimentação que os agricultores do estado tomem, têm um impacto, uma relevância que se reflete no mercado como um todo. E na biotecnologia não é diferente”, diz Anderson Galvão, conselheiro do CIB (Conselho de Informações sobre Biotecnologia).


Opinião semelhante tem o diretor-executivo da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Décio Tocantins: “Queremos a preservação da tecnologia e queremos que esta tecnologia embutida na semente faça valer o seu valor, ou seja, evitando aí o grande número de aplicações e protegendo a lavoura do produtor de suas lagartas”.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink