MT tem o 4o melhor saldo do país
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)


Agronegócio

MT tem o 4o melhor saldo do país

Por: -Admin
10 acessos

Apesar dos sinais de crise na economia brasileira, Mato Grosso continua na trilha do crescimento. Se compararmos os resultados do primeiro semestre da balança comercial brasileira, dos US$ 2,6 bilhões de saldo positivo alcançado pelo país, Mato Grosso foi responsável por 22,4% do total, ao atingir um saldo positivo de US$ 583,2 milhões. Apenas Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Pará obtiveram um resultado melhor que o nosso estado.

O aumento no saldo da balança comercial brasileira foi conseguido com redução nas importações e exportações, indicando uma retração da atividade produtiva no país. As exportações, no primeiro semestre caíram 13,4%, com relação a igual período no ano passado, passando de US$ 28,9 bilhões para os atuais US$ 25 bilhões. A redução nas importações foi ainda maior, 22,5%. No primeiro semestre de 2001 foi de US$ 28,9 bilhões e caiu para US$ 22,4 bilhões.

Mato Grosso foi uma exceção neste movimento de queda da atividade econômica. O estado conseguiu ampliar suas exportações e importações nos seis primeiros meses do ano. As exportações cresceram 9,27%, indo de US$ 608,1 milhões, no primeiro semestre de 2001, para US$ 664,5 em 2002. No mesmo período, as importações mato-grossense avançaram 206,43%, o segundo maior incremento em todo o país, ficando atrás apenas de Tocantins, que aumentou suas importações em 303%.

Mato Grosso terminou o primeiro semestre novamente como o maior exportador da região Centro-Oeste. Atualmente, o estado é o décimo maior exportador do país. Juntamente com o Rio de Janeiro foram os únicos estados, entre os dez primeiros, a conseguirem aumentar as exportações, se comparado com os seis primeiros meses de 2001.

A importância das exportações de Mato Grosso no Centro-Oeste é tamanha, que já representa 61,4% do total exportado pela região. O segundo estado na região central é Goiás, que exportou no primeiro semestre US$ 248,5 milhões, uma redução de 15,3% comparado com o ano passado. Mato Grosso do Sul, o terceiro maior exportador da região, vendeu no comércio externo apenas US$ 162,2 milhões, também com um decréscimo com relação ao ano passado, de 26%. O Distrito Federal não exporta quase nada, nos seis primeiros meses do ano vendeu ao exterior US$ 6,9 milhões.

Campeão em exportação, Mato Grosso é o último colocado no Centro-Oeste em importações e o 18o entre as 27 unidades da federação. Nos seis primeiros meses de 2002, o estado importou US$ 81,2 milhões. O Distrito Federal foi quem mais importou no Centro-Oeste: US$ 279,3 milhões. Em seguida foi Mato Grosso do Sul (US$ 242,1 milhões) e Goiás (US$ 159,3 milhões). A participação de Mato Grosso nas importações da região é de apenas 10,6%.

Ao longo de 2001, Mato Grosso teve um saldo de US$ 1,19 bilhão em sua balança comercial, com as exportações atingindo US$ 1,3 bilhão e as importações US$ 124 milhões.

Fonte: Diário de Cuiabá


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink