Mudanças climáticas podem prejudicar agricultura na Índia

Agronegócio

Mudanças climáticas podem prejudicar agricultura na Índia

As chuvas de monção estão se tornando cada vez mais irregulares, o que cientistas relacionam ao aquecimento global
Por:
2 acessos

Diminuir a dependência das chuvas de monção que anualmente nutrem as lavouras é crucial para a Índia garantir a segurança alimentar no país, cuja população cresce rapidamente. A redução na oferta de água é a maior ameaça para a agricultura indiana, que já enfrenta problemas. Com o país registrando um déficit de alimentos cada vez maior, qualquer falha nas chuvas de monção não seria mais apenas uma falta de sorte, mas uma crise potencial para os produtores, para a economia e para os muitos pobres do país.

As chuvas de monção estão se tornando cada vez mais irregulares, o que cientistas relacionam ao aquecimento global. Uma repetição da seca rigorosa de 2002, que diminuiu a produção de grãos para alimentação em 20% no ano seria desastrosa se a tendência recente for mantida: a demanda por alimentos na Índia está crescendo a um ritmo de 2,5% no ano, enquanto a produção está estagnada, deixando um espaço aberto na oferta que só poderia ser compensado por importações caras.

Quase dois terços da área agrícola de 150 milhões de hectares da Índia não são irrigados e dependem exclusivamente das chuvas de monção, que ocorrem de junho a setembro, o que limita a produção para uma safra por ano. O governo indiano vem aumentando os investimentos nos últimos três anos, com o objetivo de incluir outros 10 milhões de hectares no sistema de irrigação nos próximos cinco anos.

"A médio prazo, as perspectivas para a agricultura serão determinadas pela habilidade de elevar os investimentos na irrigação e no reabastecimento dos lençóis freáticos", afirmou uma pesquisa anual do governo divulgada este ano.

A motivação para esses esforços é o temor crescente sobre os efeitos das mudanças climáticas. Cientistas prevêem que a Índia estará entre as nações mais afetadas pelo aquecimento global. A previsão é de que os rendimentos das principais safras sejam reduzidos em conseqüência de mudanças nos padrões das chuvas de monção, derretimento de geleiras do Himalaia e elevação das temperaturas. As informações são da Dow Jones.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink