Soja

Multinacionais voltam a liderar financiamento da safra de soja de MT, diz Imea

Pela primeira vez na série histórica do Imea, a troca teve a maior participação no custeio da soja
Por: -Roberto Samora
123 acessos

A participação de multinacionais no financiamento da safra de soja de Mato Grosso, maior produtor de grãos do Brasil, aumentou para 35 por cento do total na safra 2017/18, ante 24 por cento na temporada passada, informou nesta segunda-feira o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), órgão ligado aos produtores. Em contrapartida, a participação de recursos próprios de produtores, que havia liderado o “funding” da safra de Mato Grosso na temporada passada, recuou para 19 por cento, ante 33 por cento no ciclo anterior, segundo o Imea.

Com a diminuição do uso de recursos próprios do produtor, as multinacionais e revendas tiveram como ”abocanhar“ essa fatia do mercado. Estes dois segmentos, juntos, representaram 52 por cento do custeio total do Estado”, afirmou o Imea em nota. “Pela primeira vez na série histórica do Imea, a troca teve a maior participação no custeio da soja, devido à descapitalização do produtor rural, que precisou buscar nas operações de ‘barter’ mais da metade dos recursos necessários para completar o custeio agrícola”, acrescentou.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink