Múltis de transgênicos ainda tentam "seduzir" consumidor

Agronegócio

Múltis de transgênicos ainda tentam "seduzir" consumidor

As indústrias devem iniciar ações de marketing voltadas ao consumidor
Por: -Cibelle Bouças
1 acessos
As empresas que desenvolvem transgênicos querem evitar repetir, no lançamento de novos produtos funcionais oriundos da biotecnologia, erros de comunicação e marketing do passado. Desde 1996, quando a primeira semente de soja transgênica foi lançada comercialmente no mundo, as indústrias que desenvolvem organismos geneticamente modificados (OGM) focaram as ações de divulgação em agricultores e pesquisadores, em tese seus os "clientes" diretos, e deixaram em segundo plano os consumidores finais, onde ainda estão concentrados os principais focos de resistência a esses produtos.


Muitas delas preferiram desenvolver produtos anonimamente, escapando às críticas de instituições e consumidores, que declaravam publicamente sua preocupação sobre o avanço dos transgênicos no mercado. Para especialistas, restam no consumidor resquícios de uma visão negativa sobre os transgênicos, que podem voltar a ganhar vulto com a chegada, no médio prazo, dos transgênicos de terceira geração - com características medicinais ou funcionais.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink