Mutirão do Governo deve atender mais de mil posseiros no Noroeste do estado

Agronegócio

Mutirão do Governo deve atender mais de mil posseiros no Noroeste do estado

Governo de MG inicia mutirão para o recadastramento de famílias de agricultores interessadas em regularizar terras rurais sem registro
Por:
1204 acessos

Nesta segunda-feira (28/11), o Governo de Minas Gerais inicia mutirão no Noroeste do estado para o recadastramento de famílias de agricultores interessadas em regularizar terras rurais devolutas (sem registro). O atendimento será feito por técnicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), em parceria com a Emater-MG e Sindicato dos Trabalhadores Rurais, nos municípios de Arinos, Bonfinópolis de Minas e Paracatu.

Com a retomada do programa estadual de regularização fundiária rural a expectativa é recadastrar cerca de 1.100 posseiros. A estimativa foi feita pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário, Professor Neivaldo, ao participar de audiência pública na Câmara Municipal de Paracatu para debater o tema.

“Além de recadastrar famílias que estão há anos esperando a análise dos documentos, vamos também receber novos cadastros”, disse o Professor na audiência pública, que é a primeira etapa do processo. Após o recadastramento, haverá a medição da terra, a análise jurídica dos processos e, caso o posseiro seja beneficiário do programa, a emissão e entrega do título.

Maria de Lordes Costa Viana, da comunidade rural José Maria Antônio de Oliveira, aguarda há 14 anos pelo registro da posse da terra. “Este programa é muito importante para nós, trabalhadores rurais”, disse, ao participar da audiência pública em Paracatu.

“O título de posse da terra é fundamental para que os trabalhadores e trabalhadoras rurais possam acessar políticas públicas que lhes garantam mais dignidade”, disse o Professor Neivaldo.

Locais de atendimento

O mutirão será entre os dias 28 de novembro a 2 de dezembro, sempre no horário de 8h às 12h e das 13h às 17h. Em Arinos, o atendimento será feito no salão da Adesa – Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Arinos.

Já em Bonfinópolis de Minas, o atendimento será na Câmara Municipal da cidade. Em Paracatu, os interessados devem procurar a sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município.

Com as audiências públicas em Arinos, Bonfinópolis de Minas e Paracatu, o Governo de Minas Gerais chega a marca de 24 audiências públicas em municípios de nove Territórios de Desenvolvimento: Norte, Alto Jequitinhonha, Médio e Baixo Jequitinhonha, Metropolitano, Mucuri, Caparaó, Vale do Aço e Noroeste.

De acordo com a Superintendência de Acesso à Terra (SAT), cerca de seis mil famílias já foram cadastradas e mais de 4.500 medições já foram contratadas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink