No mercado do boi gordo a oferta restrita dificulta a compra pelos frigoríficos

Boi

No mercado do boi gordo a oferta restrita dificulta a compra pelos frigoríficos

No fechamento desta terça-feira (12/2), foi registrada queda para a cotação da arroba do boi gordo em apenas uma região, Rio Grande do Sul
Por:
83 acessos

No fechamento desta terça-feira (12/2), foi registrada queda para a cotação da arroba do boi gordo em apenas uma região, Rio Grande do Sul. No estado, a melhora na oferta de boiadas deu espaço para que as indústrias pressionassem para baixo os preços. A cotação cedeu 1,0% na comparação dia a dia, e as escalas de abate atendem, em média, sete dias.

As outras alterações ficaram por conta das regiões de Campo Grande-MS, Sudeste de Mato Grosso, Paragominas-PA e Marabá-PA. Nessas praças, a disponibilidade restrita de boiadas dificultou a compra pelos frigoríficos, o que pressionou as cotações para cima. Em Marabá-PA, por exemplo, a cotação subiu R$1,00/@ frente ao último fechamento, e a maioria das ofertas são de lotes menores, o que dificulta os frigoríficos alongarem as programações de abate na região.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink