Norte do Paraná: roteiro que valoriza o café comemora cinco anos em 2014
CI
Agronegócio

Norte do Paraná: roteiro que valoriza o café comemora cinco anos em 2014

Grão é um relevante impulsionador da economia no Brasil
Por:
A Rota do Café, roteiro turístico no norte do Paraná, completa neste ano cinco anos de existência, com excelentes resultados e reconhecimento do café como riqueza na história da região. Fruto da mobilização de produtores, empresários, agentes de viagens e experts no grão, estimulados e organizados pelo Sebrae/PR, o roteiro turístico passou a atrair turistas e interessados em conhecer um pouco mais da importância econômica e social do café para a região e também para o País.


"O café foi um relevante impulsionador da economia no Brasil, a partir do século 18. A Rota do Café foi pensada para, além de servir como alternativa empresarial, resgatar a imagem do grão, que é uma marca registrada na nossa história. A Rota do Café é uma ‘viagem’ a fazendas produtivas, propriedades históricas, estâncias ecológicas, cafeterias, restaurantes, vinícolas, casas de artesanato, pousadas, museus, agroindústrias familiares, torrefadoras, entre outros", afirma o consultor do Sebrae/PR, Sergio Garcia Ozorio.


O grande número de atrativos reunidos na Rota do Café, de acordo com o consultor, possibilita desenhar diferentes roteiros para atender a públicos variados. Atualmente, 33 empreendimentos, espalhados em nove municípios, formam a Rota do Café. Diretamente, o roteiro beneficia mais de 200 pessoas, entre empresários, produtores rurais e familiares, artesãos, dançarinos e produtores culturais. Grande parte dos empreendedores envolvidos passou nos últimos anos a enxergar no turismo uma possibilidade de adicionar mais renda aos seus negócios. Outra importante contribuição da iniciativa foi permitir que os turistas desfizessem alguns mitos sobre a realidade do campo.

A valorização do café, filosofia do roteiro turístico no norte do Paraná, ainda no entendimento de Sergio Ozorio, do Sebrae/PR, desencadeou ações em paralelo que têm feito sucesso na região, como a Semana do Café, cuja terceira edição foi realizada recentemente para marcar o Dia Nacional do Café, comemorado no dia 24 de maio. Durante três dias, aproximadamente 2.400 pessoas participaram da programação em Londrina e nos municípios da região, um crescimento de 100% em relação à edição de 2013.


Do total de público, cerca de 600 pessoas foram aos shows noturnos, animados por artistas locais. As quatro sessões do "Cine Café", com filmes e documentários sobre o café e sua história na região, reuniram 70 pessoas. As oficinas "Café e Arte", para crianças, caíram no gosto da garotada. Assim como as oficinas "Cafés Especiais", ministradas por baristas, e "Tenda dos Sabores", esta sobre gastronomia com café, que contaram com a presença de aproximadamente 200 pessoas. A Semana do Café foi organizada pelo Sebrae/PR, em parceria com o Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss e Universidade Estadual de Londrina (UEL).

"Cerca de 1.600 pessoas passaram pelos espaços e atividades integradas, começando pela ‘Vitrine do Café’, onde os empreendedores interagiam com o público, oferecendo degustações, vivências no fogão à lenha, com a torra e moagem do café e uma boa prosa", assinala Sergio Ozorio. No "Espaço Vivências", os visitantes experimentavam vivências com o café, dentre as quais abanação de café; degustação de café in natura, madurinho; caixas de tato, com o café em várias versões e na mesa de prova. "O Museu Histórico de Londrina, especialmente as três salas da exposição ‘Café e Ferrovia’ também despertou grande interesse dos visitantes", contabiliza o consultor.

Memória

A Rota do Café resulta do Projeto Turismo Norte Paranaense, iniciado em 2007 pelo Sebrae/PR, e atende aos objetivos de regionalização do turismo, uma proposta do Ministério do Turismo. Gestor do Projeto, Sergio Ozorio, destaca que a proposta da entidade é "estimular o aumento do fluxo de turistas na região norte do Estado, promover a melhoria da competitividade e da sustentabilidade dos empreendimentos, contribuir para o desenvolvimento regional e incentivar o empreendedorismo", afirma.


A Rota do Café foi lançada em Londrina, em novembro de 2009, após intenso trabalho de diagnóstico das potencialidades da região, mapeamento, visitação, sensibilização dos empreendedores e parceiros, definição de produtos turísticos, realização de roteiro experimental, qualificação dos serviços turísticos e precificação.

É possível fazer os passeios voluntariamente ou adquirir um pacote de viagem comercializado por agências de viagem da região. Para saber mais, os interessados podem acessar o www.rotadocafe.tur.br. Os visitantes que desejarem conhecer as propriedades credenciadas à Rota do Café por conta própria devem agendar os passeios com antecedência.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink