Nova diretoria assume ABRASEM
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)


Agronegócio

Nova diretoria assume ABRASEM

Fortalecer o setor de sementes é a proposta da diretoria presidida por Narciso Barison, para o triênio 2010-2013
Por: -Janice
1693 acessos

Narciso Barison, da Apassul, é novo presidente para o triênio 2010-2013

Fortalecer o setor de sementes. Essa é a proposta da nova diretoria da Associação Brasileira de Sementes e Mudas (ABRASEM), que tomou posse em 31/7 na sede da entidade, em Brasília. O presidente eleito para comandar a principal entidade de sementes do país até 2013 é Narciso Barison Neto, que também preside a Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul (Apassul) e era vice-presidente da gestão anterior.

A nova diretoria é composta ainda pelo vice-presidente Cláudio Manoel da Silva, presidente da Associação dos Produtores de Sementes e Mudas do Estado de Minas Gerais (APSEMG), Marco Alexandre Bronson e Sousa, presidente da Associação Goiana dos Produtores de Sementes (Agrosem), como diretor administrativo e financeiro, Luiz Carlos Miranda, Presidente da Associação Paranaense dos Produtores de Sementes e Mudas (Apasem), como diretor técnico e Geraldo Berger, Presidente da Associação Brasileira dos Obtentores Vegetais (Braspov), como diretor de pesquisa e produção. O superintendente-executivo é José Américo Pierre Rodrigues.

Segundo Barison, a Abrasem continuará auxiliando na fiscalização do mercado, defendendo os interesses dos produtores de sementes e mudas e estimulando o desenvolvimento da agricultura brasileira, por meio de práticas modernas, sustentáveis e da adoção das tecnologias disponíveis, além de colaborar com a revisão da normatização vigente. "O Brasil tem potencial para produzir muito mais utilizando as ferramentas e tecnologias disponíveis hoje", defende o presidente da entidade.

Continuidade e internacionalização

De acordo com Barison, a ideia é aproveitar o trabalho que vinha sendo feito, mas sempre buscando aperfeiçoá-lo. "Nos últimos anos, desenvolvemos relacionamento cada vez mais estreito com outras entidades do agronegócio brasileiro", aponta, lembrando ainda da importante parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio do seu Departamento de Fiscalização de Insumos Agropecuários (DFIA). "Quem recebe e denuncia produtores e distribuidores de sementes piratas para o MAPA, por exemplo, é a Abrasem", observa.

A entidade também viu crescer sua presença internacional, ao sediar o Seminário Pan-Americano de Sementes de 2006, em Fortaleza, e o II Congresso de Sementes das Américas, em Atibaia, em 2009. "Essas conquistas reforçam o papel do Brasil no cenário mundial. Além disso, temos cada vez mais presença internacional, e estamos nos preparando para receber o Congresso Mundial de Sementes em 2012, no Rio de Janeiro", antecipa Barison. O comitê organizador desse evento é presidido por Ywao Miyamoto, que deixou a presidência da Abrasem após dois mandatos consecutivos.

As informações são da assessoria de imprensa da Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem).

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink