Nova linha de crédito beneficia citricultores

Agronegócio

Nova linha de crédito beneficia citricultores

Plano inclui R$ 300 milhões para financiar a estocagem de suco de laranja
Por:
1476 acessos
Plano Agrícola e Pecuário 2011/2012 inclui R$ 300 milhões para financiar a estocagem de suco de laranja. Medida pretende reduzir a volatilidade dos preços do produto

Ribeirão Preto – O novo Plano Agrícola e Pecuário terá uma linha de crédito específica para a citricultura. Um programa de financiamento de R$ 300 milhões será direcionado para estocagem de suco de laranja. O plano, que inclui um pacote de medidas para financiar a safra 2011/2012, foi anunciado nesta sexta-feira, 17 de junho, em Ribeirão Preto (SP) pela presidenta Dilma Rousseff e o ministro da Agricultura, Wagner Rossi.


“Os recursos para estocagem do suco vão permitir a comercialização do produto em melhores condições de mercado e a redução da volatilidade dos preços”, afirma o ministro Wagner Rossi.

Cada empresa poderá contratar até R$ 80 milhões para comprar a fruta que será processada na safra 2011/2012. O preço de referência será R$ 10, a caixa de 40,8 kg da laranja. Os estoques de sucos formados com o crédito deverão ser comercializados no prazo de um ano.

Mais crédito

O Plano Agrícola e Pecuário 2011\2012 vai colocar à disposição dos produtores R$ 107,2 bilhões, a partir de 1º de julho, quando começa a novo ciclo agrícola. O valor é o maior da história e representa aumento de 7,2% em relação aos recursos destinados a safra 2010/2011.


Além da linha de financiamento para a citricultura, o plano inova com recursos voltados para pecuária e o setor sucroenergético. As medidas do governo vão permitir aumento da produção de alimentos com mais produtividade, menor custo para o produtor e aumento da aplicação de técnicas sustentáveis no campo.

O Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC) passa a incorporar todos os programas de investimento voltados a produção sustentável. Com isso, serão R$ 3,15 bilhões, a juros de 5,5% ao ano para financiar o uso de tecnologias que reúnam mais eficiência com redução da emissão dos gases de efeito estufa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink