Nova tecnologia para combate à lagarta da soja

Agronegócio

Nova tecnologia para combate à lagarta da soja

Tecnologia poderá ser inserida em diversas variedades de soja
Por:
4316 acessos
O combate às principais lagartas que atacam a lavoura de soja deve ganhar um novo reforço no próximo ano. A tecnologia Intacta RR2 Pro possibilita tolerância ao glifosato e controle da lagarta da soja, lagarta falsa-medideira e lagarta broca das axilas.

A tecnologia desenvolvida pela Monsanto poderá ser inserida em diversas variedades de soja adaptadas a todas as regiões do País. De acordo com o representante de licenciamento da Monsanto, Edson Jatti, 14 empresas de melhoramento de sementes já estão licenciadas para usar a tecnologia. O Intacta RR2 Pro foi apresentado ontem a 75 agricultores da região de Londrina, durante evento promovido pela Nutri 100.

O gerente de estratégica da Agro 100, Heitor Paulo Trevisan, explica que as principais vantagens da tecnologia são o controle de pragas e o ganho em produtividade. ''Na região de Londrina, o produtor poderá colher a soja praticamente sem usar inseticida contra lagarta'', ressalta. Trevisan esclarece que a planta usará menos energia para recompor área foliar consumida pela lagarta e, consequentemente, a produtividade será maior.

Segundo o representante técnico de vendas da Monsanto, Guilherme Lobato, a casa de vegetação itinerante na qual a tecnologia está sendo apresentada vai circular por outras regiões do Estado e outras principais regiões produtoras de soja do País. ''Esse foi o primeiro evento de biotecnolgia que a Monsanto desenvolveu fora dos Estados Unidos'', salienta Lobato. Segundo ele, a tecnologia é fruto de 10 anos de pesquisa. ''As estações de pesquisa do Paraná participaram fortemente do desenvolvimento dessa tecnologia'', revela Lobato.

Edson Jatti orienta que os produtores devem reservar 20% da lavoura como área de refúgio, na qual deve ser plantada uma cultivar não resistente. ''Dessa forma, as pragas suscetíveis não apresentarão resistência'', explica. A tecnologia estará disponível comercialmente em 2012, mas a estimativa da Montanto é de que seja usada em larga escala a partir de 2013. ''Os países importadores da soja brasileira ainda não homologaram a liberação para uso da tecnologia e por isso aguardaremos até 2012 para lançar comercialmente'', explica Jatti.

Recepção

O produtor Pedro Hirayama, que possui uma lavoura de soja de 181 hectares em Mauá da Serra, pretende plantar, em parte da propriedade, uma cultivar com a Intacta RR2 Pro para acompanhar os resultados. ''É uma novidade muito boa. As lagartas estão cada vez mais resistentes e o inseticida fisiológico não consegue controlar a lagarta-medideira'', argumenta.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink