Internacional

Novacki comemora investimento espanhol no Rio Grande do Sul

Presença brasileira na feira foi prestigiada pela ministra da Agricultura da Espanha
Por:
10 acessos

O secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, que se encontra em missão oficial à Espanha, anunciou nesta quinta-feira (19), durante visita à feira Fruit Attraction, em Madri, que empresários espanhóis vão instalar duas unidades produtoras de ovos fritos congelados e líquidos pasteurizados no estado do Rio Grande do Sul. “É uma excelente notícia”, comemorou, destacando que o investimento de 10 milhões de euros irá gerar renda e melhor qualidade de vida a trabalhadores.

As fábricas, que usam tecnologia inovadora, serão instaladas nos municípios de Farroupilha, que fará ovo frito congelado, e, em Feliz, o líquido pasteurizado. O grupo pretende abastecer redes de fast food e supermercados brasileiros e da região do Mercosul.

Segundo o diretor executivo da Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav), José Eduardo dos Santos, em novembro, os espanhóis já assinarão com produtores gaúchos contrato para fornecimento de matéria prima. O Rio Grande do Sul produz anualmente 3,5 bilhões de unidades. O diretor observou que os processos industriais garantem inocuidade do alimento e mantêm as características nutricionais.

Feira

O secretário Novacki considerou a participação brasileira na Fruit Attraction, em Madri, um sucesso. “Percebemos a curiosidade dos países em relação aos nossos produtos, as pessoas que passavam no estande apreciaram a qualidade, muitos negócios foram fechados e outros estão encaminhados”.

“O Brasil é o terceiro colocado na produção de frutas do mundo, mas ocupamos a 23ª posição na exportação. Vamos melhorar isso”, afirmou. O secretário lembrou que está sendo concluído junto com o setor produtivo o Plano Nacional da Fruticultura, para impulsionar o setor, “que tem grande apelo social, já que cada hectare onde são cultivadas frutas gera em média dois empregos formais".

Novacki lembrou que do setor do agronegócio como um todo muitas amarras já foram retiradas, com o Plano Agro+ de modernização e desburocratização, tendo sido resolvidos em pouco mais de um ano 750 problemas apontados pelo setor produtivo. “Na logística, estamos fazendo um estudo junto com a Embrapa para mostrar onde, com o menor custo possível, conseguiremos os maiores ganhos. Um dos focos é o transporte. O trabalho deverá ser divulgado no início do próximo ano ao presidente da República.

Durante visita à feira, Novacki encontrou-se com a ministra da Agricultura, Pesca e Alimentação da Espanha, Isabel García Tejerina.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink