Agronegócio

Novas oficinas e vitrines chamam a atenção do público no estande do SENAR-MT na 52ª Expoagro

Neste ano, o SENAR-MT traz muitas novidades em seu estande na 52ª Expoagro.
Por:
392 acessos

Neste ano, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT) traz muitas novidades em seu estande montado na 52ª Expoagro, no parque de exposições Jonas Pinheiro, em Cuiabá. Entre elas a Vitrine - Cozinha Experimental - Soja e Milho, realizada na noite de segunda-feira (04.07) e a oficina de beneficiamento de hambúrguer, que aconteceu na manhã desta terça-feira (05.07).

Quem participou da Vitrine - Cozinha Experimental - Soja e Milho aprendeu a fazer nove novos pratos que têm como base a soja e o milho. A instrutora credenciada junto a instituição Cláudia Najila Machado Rojas ressalta que além dos alimentos serem saborosos, são mais baratos.

Deixando os detalhes e o passo a passo de lado, vale ressaltar que o primeiro produto a ficar pronto para ser saboreado foi o extrato de soja, popularmente conhecido como leite de soja.  Com o resíduo da soja Cláudia fez um empadão com recheio que também é da soja.  "Também oferecemos a maionese do extrato de soja (leite) e o suco. Há quem perceba a diferença, mas a maioria não consegue identificar o que é soja e o que é carne".

E quando Cláudia começou a processar o milho, o ?cheirinho? bom dos bolos sendo um do  bagaço do milho e o outro de fubá de milho atraiu o pessoal que passeava pelo parque de Exposição. A instrutora também fez curral, creme de milho com bacon e farofa de milho floculado. "Também tem o estrogonofe de proteína de soja que somente as pessoas com paladar mais apurado conseguem perceber a diferença".

E para quem prefere pratos mais leves, a instrutora credenciada junto ao SENAR-MT oferece a salada feita com soja e milho. Cláudia destaca que é preciso ter alguns cuidados para higienizar a soja para que ela fique saborosa. Ela conta que a soja começou a ser consumida na Ásia, em função de ser mais barato. "E aos poucos foi se estendo por todo o mundo. Temos receitas muito saborosas", destaca.

Hambúrguer - Já para quem prefere se aventurar na produção de hambúrguer caseiro, a oficina proporcionou aos participantes aprender todo o processo. A proteína escolhida foi a carne de frango.

A instrutora credenciada junto ao SENAR-MT, Sueny Marques, explicou todo o processo. Foram feitos três tipos de hambúrguer: com bacon, com queijo e o tradicional.

O processo começa com a desossa do frango, depois é feito a tritura da carne, e, em seguida são acrescentados os condimentos. Após isso, a carne já moída é colocada nas formas e pesada. Cada quilo de carne rende em torno de 25 hamburgues de 60 gramas.

Participante da oficina, Marcelo Julier trabalha com locação de equipamentos para eventos e aproveitou a folga para fazer a oficina. "Gosto de cozinhar e me interessei em fazer para depois tentar em casa, achei muito legal a oportunidade de aprender de maneira gratuita".

Já o biólogo Paulo Luiz pensa em montar um negócio no segmento alimentício e se interessou pela oficina. "Já tivemos uma marmitaria e penso muito em montar um negócio no ramo de alimentos, resolvi aprimorar minhas técnicas já pensando no futuro".

PROGRAMAÇÃO

Nesta quarta-feira (06.07) o SENAR-MT em parceria com o Sindicato Rural de Cuiabá lança a oficina de Biometria da Piscicultura. Na quinta-feira (07.07) são duas novidades, a oficina da Instrução Normativa (IN62) e a Vitrine do Leite. E para encerrar a semana, na sexta-feira (08.07) serão lançadas três novas oficinas: Horta Vertical, oficina de defensivos naturais e vitrine de entradas e saladas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink