Novas pesquisas atestam consistência do SmartStax® da Dow AgroSciences

Agronegócio

Novas pesquisas atestam consistência do SmartStax® da Dow AgroSciences

Tecnologia de eventos para o milho comprova eficiência no controle de pragas
Por:
5220 acessos
Tecnologia de eventos para o milho comprova eficiência no controle de pragas acima e abaixo do solo em testes com universidades

INDIANAPOLIS – Com mais de 80 por cento dos dados sobre rendimento já disponíveis, a tecnologia SmartStax® da Dow AgroSciences comprovou que oferece maior potencial de rendimento em toda a propriedade ao produtor, quando comparada a outras tecnologias de eventos disponíveis no mercado.

“Realizamos uma bateria de testes com híbridos com o mesmo pacote genético que continham ou a tecnologia de eventos SmartStax ou a Herculex XTRA Insect Protection”, informou o gerente de marketing de eventos da Dow AgroSciences, Casey Onstot. “Também trabalhamos com importantes universidades na avaliação do desempenho do SmarStax contra pragas do milho. Ficamos muito satisfeitos com o desempenho consistente e positivo do SmartStax da Dow AgroSciences”.

Os dados de 2010 da Dow AgroSciences, reunidos em colaboração com Universidade do Estado de Iowa, Universidade do Illinois, Universidade Purdue, Universidade de Nebraska e Universidade do Estado de Dakota do Sul, demonstraram que o SmartStax® ofereceu proteção consistente contra o western corn rootworm (Diabrotica virgifera), a principal praga subterrânea do milho nos Estados Unidos, do mesmo gênero que a vaquinha (Diabrotica speciosa) encontrada no Brasil. Os estudos foram realizados sob pressão de insetos de média para alta (Quadro A) e sob baixa pressão (Quadro B). Os resultados mostraram que a tecnologia SmartStax mostrou uma proteção muito consistente e efetiva quando comparada com híbridos sem Bt.

Os pesquisadores controlaram os danos causados pelo rootworm usando uma escala de danos aos nódulos desenvolvida pela Universidade do Estado de Iowa. Nessa escala, 0,00 representa nenhum dano à raiz e o valor 3,00 é o maior índice de danos, indicando que três nódulos ou círculos de raízes foram destruídos pelos insetos. Em todos os testes, os híbridos SmartStax da Dow AgroSciences mostraram danos às raízes de 0,05 ou menos.

“Um índice de danos de 0,25 indica que um quarto de um nódulo serviu de alimento”, afirmou Bill Hendrix, líder da equipe de biologia para eventos de controle de insetos na América do Norte da Dow AgroSciences. “Este é o nível no qual começam a ocorrer danos ao rendimento. Plantas com índices de danos de 1,00 ou mais apresentam um risco maior de tombamento e de maiores perdas no rendimento”.

Os pesquisadores também examinaram a eficácia do SmartStax da Dow AgroSciences com relação a insetos que vivem acima do solo. Os resultados preliminares dos testes de campo da pesquisa em 2010 mostram que a tecnologia SmartStax promoveu o controle consistente do western bean cutworm (Striacosta albicosta), um tipo de lagarta-de-rosca, e da lagarta-da-espiga (Heliothis zea) em locais múltiplos, oferecendo controle superior em comparação com híbridos sem Bt.

Para o estudo dos insetos que vivem acima do solo, os cientistas analisaram a quantidade de danos às espigas causadas por diversas pragas. Um centímetro quadrado corresponde a de 4 a 6,25 grãos danificados. Cinco centímetros quadrados correspondem a de 100 a 156,25 grãos danificados. Esta medição demonstra a rapidez com a qual os danos causados por insetos podem reduzir o rendimento.

Nos estudos sobre a lagarta-da-espiga, sob forte pressão das pragas, foram consumidos 3,9 centímetros quadrados de espigas sem Bt, 2,5 centímetros de espigas com Herculex® XTRA Insect Protection e apenas 0,4 centímetro de espigas com SmartStax (Quadro C). Este dado representa testes realizados nos Estados norte-americanos de Indiana, Illinois, Iowa, Pennsylvania e Louisiana.

Em testes semelhantes, estudos das universidades e da Dow AgroSciences examinaram a quantidade de espigas consumidas pelo western bean cutworm sob forte pressão da praga. Comparados com híbridos de primeira geração e sem Bt, os híbridos SmartStax mostraram proteção alta e consistente (Quadro D). Os dados incluem testes em Indiana e em Nebraska.

O desempenho sólido e consistente está atendendo às expectativas dos produtores. Joe Dotterer, de Bloomsfield, Iowa, ficou satisfeito com sua primeira experiência com o SmartStax. Ele disse: “O SmartStax da Dow AgroSciences se comportou bem. A emergência foi muito boa. A pressão dos insetos basicamente não ocorreu. Não tive nenhum problema com acamamento – o comportamento das plantas foi muito bom e ficamos satisfeitos com a produção obtida em nossa fazenda”.

O produtor Bob Larson, de Creston, Nebraska, destacou que o valor do refúgio menor – só 5 por cento¹ na área do Corn Belt, em comparação com 20 por cento nos híbridos com Bt de primeira geração – é mais um motivo para levar os produtores a levar em conta o SmartStax da Dow AgroSciences quando fizerem sua escolha de sementes para a próxima safra. “Eu definitivamente recomendo o SmartStax aos outros produtores. O refúgio menor é um grande negócio e o aumento da produção, sem contar a ausência de preocupação com as lagartas nas raízes, é um grande negócio”.

As informações são da assessoria de imprensa da Dow AgroSciences.


¹ Em áreas de cultivo de algodão, o refúgio é reduzido de 50 para 20 por cento.

Tecnologia SmartStax® de eventos múltiplos desenvolvida pela Dow AgroSciences e pela Monsanto.

®Herculex é marca registrada da Dow AgroSciences LLC.

Herculex Insect Protection da Dow AgroSciences e Pioneer Hi-Bred.

®SmartStax é uma marca registrada da Monsanto Technology LLC.





Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink