Novas publicações abordam sistemas agroflorestais

Agronegócio

Novas publicações abordam sistemas agroflorestais

Duas novidades chegam ao mercado editorial nesta semana para os interessados em sistemas agroflorestais
Por: -Renata
212 acessos
Duas novidades chegam ao mercado editorial nesta semana para os interessados em sistemas agroflorestais. O lançamento dos títulos “Alternativa Agroflorestal na Amazônia em Transformação” e “Guia para determinação de carbono em pequenas propriedades rurais”, quarta-feira (24) às 19h, faz parte da programação do VII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, que acontece até sexta-feira (26) no Centro de Treinamento Educacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria (CNTI), em Luziânia (GO).

Além das duas obras, será apresentada a página na Internet e a análise referente à “Base de dados de publicações agroflorestais na Amazônia brasileira (1980-2008)”, estudo que será publicado em breve.

O Centro Mundial Agroflorestal (Icraf) desenvolveu um portal que dá livre acesso a uma base de dados composta por mais de 1500 publicações agroflorestais para a Amazônia brasileira, a partir de 1980. “Esta iniciativa tem como foco principal contribuir para o desenvolvimento e disseminação das pesquisas, iniciativas e experiências em sistemas agroflorestais (SAFs) na região, favorecendo o acesso aberto e irrestrito ao conhecimento gerado na área”, destaca Marcos Rügnitz Tito, pesquisador do Icraf que atua no Consórcio Iniciativa Amazônica para a Conservação e Uso Sustentável dos Recursos Naturais.

O livro “Alternativa Agroflorestal na Amazônia em Transformação”, publicação com 825 páginas e diversos autores, é editado pela Embrapa Transferência de Tecnologia (Brasília – DF) e Embrapa Amazônia Oriental (Belém – PA). O editor técnico é o agrônomo Roberto Porro, pesquisador do Icraf. O livro ficará à venda na Livraria Virtual da Embrapa (http://livraria.sct.embrapa.br).

A pesquisadora Tatiana Deane de Abreu Sá, diretora-executiva da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, destaca na abertura do livro que os sistemas agroflorestais (SAFs) têm sido apontados como opção promissora de reflorestamento, particularmente para agricultores familiares em regiões tropicais. “É o caso da região Amazônica, onde a própria realidade da presença da floresta, quer em grandes extensões contínuas, quer integrada a atividades agrícolas e pecuárias, nos níveis de propriedade e de paisagem, evidencia a integração de atividades florestais e agrícolas como ocorre, historicamente, no âmbito de comunidades tradicionais e povos indígenas, e em comunidades com prevalência de imigrantes”, comenta.

Organizada com a preocupação de preservar os idiomas nos quais os artigos foram escritos, a obra foi motivada a partir da realização de um evento no ano de 2005, que teve a participação de especialistas que atuam na pesquisa e no desenvolvimento florestal em sete países da Amazônia continental. A riqueza dos conhecimentos resultaram em textos distribuídos em quatro sessões sobre a Amazônia em Transformação, os processos de degradação, os critérios e perspectivas para a adoção dos SAFs, a contextualização dos SAFs na Amazônia e os processos e abordagens participativas na pesquisa agroflorestal.

O “Guia para Determinação de Carbono em Pequenas Propriedades Rurais”, dos autores Marcos Rügnitz Tito, Mario Chacón Leon e Roberto Porro, é uma publicação dirigida a técnicos e agentes de desenvolvimento envolvidos em projetos que visam promover a inserção de comunidades rurais e produtores familiares em mercados de carbono.

“O Guia apresenta os procedimentos utilizados para a medição em campo de biomassa aérea e subterrânea,e do carbono orgânico do solo em plantações florestais, sistemas agroflorestais, florestas naturais e outros usos do solo como pastagens e cultivos agrícolas. Neste momento em que a utilização sustentável de áreas abertas na Amazônia adquire caráter de urgência, espera-se que esta publicação possa contribuir com os objetivos de associações de produtores, comunidades e demais grupos informais engajados na busca de alternativas agroflorestais para a melhoria de seu bem-estar”, salienta Marcos Tito.

Para acompanhar a programação completa e as notícias sobre o VII Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais basta acessar www.embrapa.br/viicbsaf. O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Sistemas Agroflorestais e realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater/DF) e organização não-governamental Mutirão Agroflorestal. A Embrapa Cerrados (Planaltina - DF) apoia o evento. As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Cerrados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink