Novo aeroporto de cargas impulsiona exportação de frutas na Argentina

Agronegócio

Novo aeroporto de cargas impulsiona exportação de frutas na Argentina

Obra realizada em 6 meses
Por: -Leonardo Gottems
739 acessos

O governo argentino anunciou a conclusão da ampliação do aeroporto Benjamín Matienzo, de San Miguel de Tucumán, capital da província de Tucumán. A obra, que recebeu investimentos na ordem de AR$ 600 milhões, transforma a estação de cargas aéreas na segunda maior do país vizinho, atrás apenas de Ezeiza (Buenos Aires).

O objetivo da ampliação é exportar um volume de 120 toneladas de frutas por aeronave, operando 24 horas por dia. Antes, a estação funcionava apenas em horário noturno e com cargas de até 60 toneladas. A primeira exportação foi de 110 toneladas de mirtilo, que tinha como destino os Estados Unidos.

“Antes, as obras neste país levavam até 10 anos. Esta obra já mostra que a Argentina mudou, porque desde seu anúncio foram apenas seis meses. Esperamos criar 20 mil novos postos de trabalho para Tucumán a partir do impulso que vai dar para a produção de frutas, como o mirtilo”, disse o ministro dos Transportes, Guillermo Dietrich.

A obra fez parte do Plan Belgrano, um conjunto de centenas de obras visando desenvolver e equiparar a competitividade produtiva do Norte argentino com as demais províncias, priorizando a conexão com outros países.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink