Novo bioinseticida controla cigarrinha-do-milho
CI
Imagem: Divulgação
SUSTENTÁVEL

Novo bioinseticida controla cigarrinha-do-milho

Praga provoca enfezamento pálido e o enfezamento vermelho no cereal
Por: -Leonardo Gottems

A brasileira Simbiose revelou com exclusividade ao Agrolink o lançamento do bioinseticida FlyControl (Beauveria bassiana, isolado Simbi BB 15), que tem como alvo a cigarrinha-do-milho (Dalbulus maidis) nas lavouras. Trata-se de uma das principais pragas da cultura do milho, sendo que as principais entidades do agronegócio e os produtores rurais têm relatado alta incidência nessa safra.

“A praga é motivo de preocupação por ser vetor dos molicutes espiroplasma e fitoplasma, que causam o enfezamento pálido e o enfezamento vermelho no milho. Os enfezamentos ocasionam a morte precoce da planta, tombamentos, e consequentemente, redução da produtividade”, explica a fabricante.

De acordo com os técnicos da Simbiose, o controle da cigarrinha-do-milho deve ser feito através de diferentes ferramentas – o chamado Manejo Integrado de Pragas (MIP). Entre os recursos indispensáveis está o uso de tecnologias microbiológicas. 

“Após um intenso processo de pesquisa e desenvolvimento, a Simbiose lança no mercado o FlyControl, bioinseticida que tem apresentado excelente performance em experimentos desenvolvidos em diversos locais do Brasil. Entre as suas inovações estão a formulação com ótima aplicabilidade, baixa dosagem por aplicação e possibilidade de armazenamento sem refrigeração”, diz a Simbiose. 

Ao entrar em contato com o inseto-alvo, o FlyControl inicia um processo de penetração e colonização dos órgãos internos, paralisando os movimentos do hospedeiro e consequentemente causando a sua morte. Posteriormente, o bioinseticida multiplica-se no corpo da cigarrinha-do-milho, podendo atingir gerações futuras da praga. 

“Por fim, a utilização de FlyControl no controle da Dalbulus maidis resulta em uma ótima relação custo-benefício, além de ser uma tecnologia com baixo impacto ambiental”, conclui a Simbiose.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink