Números do IBGE apontam redução de peso do frango inspecionado

Agronegócio

Números do IBGE apontam redução de peso do frango inspecionado

Os dados do IBGE relativos ao frango inspecionado indicam retrocesso no peso médio, apontando que nos abates do primeiro trimestre de 2016.
Por:
249 acessos

Os dados do IBGE relativos ao frango inspecionado – número de cabeças e volume de carne – indicam retrocesso no peso médio, apontando que nos abates do primeiro trimestre de 2016 ocorreram os menores pesos em quase três anos.

À primeira vista esse desempenho é resultado de política adotada pela própria indústria, ou seja, busca-se reequilibrar a oferta de carne reduzindo-se (através da antecipação dos abates) o peso médio dos frangos abatidos.

Notar, porém, que esse processo começou no segundo semestre do ano passado. É, portanto, anterior à crise que vem afetando a atividade e que começou a ser desencadeada a partir de janeiro de 2016, quando explodiram os preços internos do milho.

No gráfico abaixo, o peso médio obtido a partir dos dados divulgados pelo IBGE está representado pela média semestral móvel, o que minimiza as variações naturais que ocorrem de um mês para outro. E, pelo gráfico, observa-se que o peso médio do frango abatido em março último ficou cerca de 5% abaixo do registrado no mês de junho.

Como a política de redução do peso se intensificou a partir de abril, é provável que os números relativos ao segundo trimestre do ano (a serem divulgados pelo IBGE em setembro próximo) sejam ainda menores que os ora apontados pelos dados do primeiro trimestre. 

300

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink