O abate de bovinos cai em 2021. Para aves e suínos números recordes.
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PECUÁRIA

O abate de bovinos cai em 2021. Para aves e suínos números recordes.

No 4o. trimestre de 2021 foram abatidas 6,9 milhões de cabeças de bovinos, 6,4% menor que 2020
Por:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou em 15/3 os resultados completos de abates no 4o. trimestre de 2021. 

Bovinos 

No 4o. trimestre de 2021 foram abatidas 6,9 milhões de cabeças de bovinos, 6,4% menor que 2020, este é o menor número de abate de bovinos desde 2008 para o mesmo período. Desse total, as fêmeas representaram 28,9% dos abates, o menor valor registrado para o período desde 2003. 

Ao longo de 2021 foram abatidas 27,54 milhões de cabeças de bovinos, redução de 7,8% em comparação ao ano anterior, sendo o segundo ano consecutivo de queda nos abates. 

Frangos 

Para os frangos, o abate foi de 1,54 bilhão de cabeças no 4o. trimestre, queda de 1% em relação ao mesmo período de 2020. Comparado ao trimestre anterior, aumento de 0,5%. 

No acumulado de 2021 foram abatidas 6,18 bilhões de cabeças de frango, aumento de 2,8% em relação ao ano anterior, recorde para os abates de frangos. 

Suínos

Para o abate de suínos, no 4o. trimestre de 2021 houve um aumento de 6,5% (13,38 milhões de cabeças) frente ao mesmo período de 2020, sendo a maior quantidade registrada para o período. 

No acumulado de 2021 o abate de suínos também foi recorde, alcançando 52,97 milhões de cabeças, aumento de 7,3% em relação a 2020.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.