O melhor ano para a exportação de carne bovina

Carne

O melhor ano para a exportação de carne bovina

Se o ritmo dos embarques continuarem é possível que o Brasil termine 2018 com 1,35 milhão de toneladas de carne bovina in natura
Por:
293 acessos

Os dados da última quinzena de dezembro ainda não foram divulgados, mas se o ritmo dos embarques continuarem é possível que o Brasil termine 2018 com 1,35 milhão de toneladas de carne bovina in natura vendidas para o exterior (MDIC).  Esta quantidade é 11,8% maior que volume embarcado em 2017 e 5,2% maior que o recorde anterior de 2007, quando foram comercializadas 1,28 milhão de toneladas. Quanto ao faturamento, de janeiro a novembro de 2018, as vendas resultaram em uma receita de US$5,1 bilhões (MDIC), valores 10,6% superiores aos ganhos em 2017.

A China se mantém como grande responsável pelo bom desempenho da carne bovina brasileira no mercado externo. Do total vendido no acumulado de 2018 (janeiro a novembro), os chineses absorveram 24,0% do volume, seguido de Hong Kong (20,8%), Egito (12,9%), Chile (8,4%) e Irã (6,4%). Esses cinco importadores abocanham uma fatia de 72,5% do total embarcado, sinal de alerta quanto à concentração de clientes.

Aqui mostra-se a importância de sempre buscar ampliar o acesso a outros mercados para fugir do risco que envolve a dependência de poucas economias, principalmente em um cenário internacional onde as guerras comerciais estão debaixo dos holofotes (Estados Unidos versus China). Inclusive, após uma maratona de visitas diplomáticas e auditorias, o Brasil voltou a ter acesso ao mercado russo, que estava embargado desde o final de 2017. A importância desta notícia se deve ao fato de que de 2004 a 2017, ou seja, ao longo de catorze anos, a Rússia ficou dentre os cinco maiores importadores da carne bovina brasileira, figurando por onze vezes como o maior país importador da carne bovina brasileira, ou seja, o potencial deste “novo” destino é grande.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink