O que projetam analistas para a safra de milho?

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Marcel Oliveira
2020/21

O que projetam analistas para a safra de milho?

O mercado está apreensivo com as perdas potenciais
Por: -Eliza Maliszewski

A safra de milho 2020/2021 do Brasil pode chegar a um recorde de 107,3 milhões de toneladas. Está é a média projetada por 11 analistas ouvidos pela Agência Reuters. A expectativa é otimista mesmo com a segunda safra de milho sendo plantada fora da janela de clima ideal e sofrendo com a seca em algumas regiões.

Se a média das projeções se confirmar, a produção total do Brasil terá crescido 4,6% em relação à safra passada, segundo estimativas do governo, impulsionada por uma expansão de área superior a 1 milhão de hectares (2,4 milhões de acres).

Apesar da projeção de que os produtores podem estabelecer um novo recorde para a produção de milho, o mercado está apreensivo com as perdas potenciais, visto que a segunda safra de milho do Brasil, que representa a maior parte da produção, pode receber menos chuva do que o necessário para desenvolver após atrasos no plantio.

A consultoria AgRural, por exemplo, revisou sua estimativa de produção para baixo em 3 milhões de toneladas, para 103,4 milhões de toneladas, o menor valor da pesquisa. A média das projeções também representa uma queda de 900 mil toneladas na comparação com uma pesquisa realizada em fevereiro com os mesmos analistas.

“Nossos principais cortes (projeções de produção) foram feitos em relação ao Paraná e Mato Grosso do Sul, que praticamente não chovem desde março”, disse Daniele Siqueira, analista da AgRural. “E embora precisem de chuvas durante o mês de maio, algumas áreas desses estados já sofreram perdas”, disse ela.

Veja como ficam as projeções de alguns analistas:

AgRural: 103.4 milhões de toneladas em 19.4 milhões de hectares

Céleres: 108.06 milhões de toneladas em 20 milhões de hectares

Conab: 108.96 milhões de toneladas em 20.7 milhões de hectares

Cogo Consultoria: 109.1 milhões de toneladas em 19.6 milhões de hectares

Datagro: 109.3 milhões de toneladas em 19.7 milhões de hectares

StoneX: 105.06 milhões de toneladas em 19.2 milhões de hectares

Rabobank: 105 milhões de toneladas em 19.2 milhões de hectares

USDA: 109 milhões de toneladas e área não estimada

Highest estimate: 112.81 milhões de toneladas em 20.7 milhões de hectares


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink