O último ano foi o segundo de aumento na participação de fêmeas nos abates

Agronegócio

O último ano foi o segundo de aumento na participação de fêmeas nos abates

Por:
219 acessos
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foram abatidos, sob algum tipo de inspeção, 31,1 milhões de bovinos em 2012, aumento de 7,9%, na comparação com 2011. Foi o maior valor da série, iniciada em 1997. 

Os abates de machos foram de 18,0 milhões, acréscimo de 4,7%, frente ao ano anterior.

O aumento na oferta de fêmeas foi o maior responsável pelo desempenho dos abates. Foram abatidas 13,0 milhões de cabeças, um salto anual de 12,6%.

Com isto, a participação de fêmeas nos abates aumentou.


Em 2012, elas compuseram 41,9% dos abates, aumento de 1,7 ponto percentual, na comparação com o ano anterior.

Este é mais um indicador de que estamos na fase de baixa do ciclo pecuário. Período caracterizado pelo aumento na oferta de animais para abate, preços variando abaixo da inflação e maior participação de fêmeas nos abates.

No vale de preços do último ciclo a participação de fêmeas foi de 43,4%, tanto em 2005, quanto em 2006.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink