Oeste da BA vai aumentar em 10% área na safra de verão

Agronegócio

Oeste da BA vai aumentar em 10% área na safra de verão

A produção de grãos no Estado, que no ano passado ficou em 4,6 milhões de toneladas, pode chegar a 5 milhões na próxima safra
Por:
113 acessos

O Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia concluiu a primeira estimativa de intenção de plantio para a região Oeste da Bahia. De acordo com o levantamento, a extensão de terras dedicadas ao cultivo das principais culturas regionais - soja, algodão, milho e café – deve crescer em torno de 10%. A produção, que no ano passado ficou em 4,6 milhões de toneladas, pode chegar a 5 milhões na próxima safra. O provável incremento se deve aos bons índices de produtividade da safra colhida este ano e aos indicadores favoráveis de mercado para as principais commodities agrícolas.

A soja deve voltar a crescer na safra 2007/08 e ocupar aproximadamente 935 mil hectares, 10% a mais que na safra anterior, após três safras com área praticamente estável. A Aiba estima que a produção, que em 2007 foi de 2,29 milhões de toneladas, alcance 2,52 milhões de toneladas na próxima safra.Para o algodão, a previsão de expansão é de 8,4%, o que fará com que a cultura chegue à casa dos 300 mil hectares. Para esta estimativa, foi projetada uma média de 260 arrobas de algodão em capulho por hectare. Confirmando-se esta expectativa, a produção total será de 1,17 milhão de toneladas, com rendimento de pluma próximo a 450 mil toneladas. Os dados de produtividade da safra colhida em 2007 ainda estão em fase de apuração, mas, devem fechar em torno de 262 arrobas por hectare.

Dentre as principais culturas da região, o milho é que deve registrar maior aumento proporcional de área cultivada, de 166 mil para 190 mil hectares, o que representa incremento de 14,5%. A produção deve aumentar 4,1%, saindo de 1,20 para 1,25 milhão de toneladas. A produtividade média registrada na safra 2006/07, de 121 sacas por hectare é considerada excepcional, de acordo com o diretor executivo da Aiba, Alex Rasia. “Em razão disso, preferimos trabalhar com um número mais conservador, de 110 sacas por hectare. Repetimos esse procedimento conservador em todos os levantamentos das várias culturas, revisando e divulgando os dados periodicamente em cada etapa do processo produtivo”, afirmou.

Com a entrada das lavouras que estavam sendo renovadas, o café irrigado ganhará na próxima safra mais 3,17 mil hectares em produção. Com isto, a área em produção salta de 11 mil para 14,2 mil hectares. A área total ocupada pela cultura cresceu 500 hectares com novas lavouras em formação. A produtividade, após os problemas climáticos da safra colhida em 2007, deve retornar aos índices históricos de 50 sacas por hectare.

Os dados divulgados pela Aiba nesta primeira estimativa de intenção de plantio para a safra 2007/08 foram apurados pelo Conselho Técnico da entidade e consolidados em parceria com a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento do Oeste Baiano (Fundação Bahia) e Associação dos Comerciantes de Insumos Agrícolas (Aciagri). As informações são da assessoria de imprensa da Aiba.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink