Agricultura Familiar

Oficina em Recife debate novas medidas do PNCF

Novas medidas, estratégias e metas para o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF)
Por:
14 acessos

Teve início na manhã desta quinta-feira (16), a Oficina Técnica do PNCF  que tem como objetivos apresentar as novas medidas e debater as estratégias e metas para o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). O encontro, que termina amanhã (17), acontece no auditório do Banco do Nordeste, em Recife (PE) e reúne delegados Federais de Desenvolvimento Agrário da Secretaria Especial de Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (DFDA/Sead), e representantes das Unidades Técnicas Estaduais os estados da região da Sudene e da região Norte.


 
De acordo com a subsecretária de Reordenamento Agrário da Sead, Raquel Santori, na reestruturação do PNCF a SRA procurou ampliar as condições de acesso ao Programa de maneira que este pudesse atender a mais agricultores familiares e com menos burocracia. “temos trabalhado muito para que o PNCF continue levando oportunidade, inclusão e cidadania ao trabalhador e a trabalhadora rural”, completou.
 
Estiveram presentes à abertura da Oficina o deputado federal Augusto Coutinho (Solidariedade/PE); o superintendente do Banco do Nordeste, Marcílio Moraes; e o secretário Executivo de Acompanhamento e Gestão da Secretaria de Agricultura do Estado, Esdras Souto.

 
Parcerias importantes
Segundo o delegado de Pernambuco, Rodrigo Almeida, o evento reforça a importância das parcerias da Sead com os governos estaduais e agentes financeiros neste processo de realinhamento do Programa, de maneira a promover e facilitar ao agricultor as condições de acesso à terra e às políticas públicas da Sead. “A ampliação do programa representa para o agricultor condições de adquirir uma extensão de terra maior e de melhor qualidade.”
 
Já para Augusto Coutinho existe um déficit muito grande na área fundiária que precisa ser recuperada. “Na época da bonança financeira não se teve a atenção que deveria ter tido e agora precisamos ir em busca desse tempo perdido. Num momento de dificuldade como o que estamos atravessando é ainda mais difícil. O governo sofreu muitas reduções orçamentárias, mas estamos fazendo o que é preciso:  pressão política em Brasília para que se priorize a questão agrária”, enfatiza o deputado.

 
Um pouco mais sobre o PNCF
Desde sua implantação, o PNCF já beneficiou mais de 140 mil famílias de agricultores em 21 Estados brasileiros. Em Pernambuco, foram atendidas cerca de 4.500 famílias, num investimento superior a R$ 72 milhões.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink