OGME: França e Itália se opõem à proposta da Comissão Europeia
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)


Agronegócio

OGME: França e Itália se opõem à proposta da Comissão Europeia

Os países se declararam contrárias à proposta de deixar que os Estados membros da UE decidam individualmente sobre o cultivo de plantas GM em seus territórios
Por:
1150 acessos

(AFP) BRUXELAS  – França e Itália se declararam contrárias nesta segunda-feira à proposta da Comissão Europeia de deixar que os Estados membros da UE decidam individualmente permitir ou não o cultivo de plantas geneticamente modificadas em seus territórios.

"Não, a Itália não apoia a proposta da Comissão (...). A atitude de cada um por si vai contra as bases da política agrícola comum", declarou Giancarlo Galan, ministro italiano da Agricultura, que está em Bruxelas para participar com seus pares de uma reunião sobre organismos geneticamente modificados (OGM).

O ministro francês, Bruno Lemaire, se mostrou igualmente firme.

"A França deseja que a decisão (sobre a questão na Europa) seja comum. Encaminhar-se para decisões nacionais sobre tais temas seria um mau sinal enviado aos cidadãos europeus, e um mau sinal para a política agrícola comum", disse.

"Me reuni com John Dalli (comissário europeu de Saúde a cargo do tema OGM) na semana passada, e ele conhece perfeitamente a posição do governo francês", acrescentou Lemaire.

Irritada com os desacordos entre os Estados membros, que enviam a esta instância os pedidos de autorização de cultivo de OGM, a Comissão propôs que cada país possa ser livre para proibir ou permitir as plantações em seu território.

Os ministros da Agricultura começarão a debater o projeto nesta segunda-feira, mas a decisão final caberá aos ministros do Meio Ambiente.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink