Oito pessoas seguem desaparecidas em SC; 13 pessoas morreram após temporal
CI
Imagem: Divulgação / CBMSC
TEMPORAL

Oito pessoas seguem desaparecidas em SC; 13 pessoas morreram após temporal

Região do Alto Vale do Itajaí pode ter novos deslizamentos
Por:

Nesta sexta-feira, 18, a Defesa Civil de Santa Catarina confirmou que subiu para 13 o número de mortes em decorrência dos temporais que foram registrados na região do Alto Vale do Itajaí, entre a noite de quarta-feira, 16, e a madrugada de quinta. Foram registradas 11 mortes em Presidente Getúlio, uma em Ibirama e uma em Rio do Sul. Até o momento oito pessoas permanecem desaparecidas e as buscas continuam sendo realizadas pelas forças tarefas do Corpo de Bombeiros. Além disso, os abrigos permanecem abertos em Ibirama, Rio do Sul e Presidente Getúlio, com 199 pessoas desalojadas e 284 desabrigadas.

O chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, Aldo Baptista Neto, permanece na região coordenando as ações. “Estamos prestando todo apoio necessário para os municípios e as famílias atingidas pelas enxurradas”, disse. Segundo ele, a prioridade no primeiro momento foi retirar as famílias das áreas de risco e fornecer a assistência humanitária, em paralelo a buscas pelos desaparecidos seguem em ritmo acelerado.

Em SC, segue o alerta de risco alto de deslizamentos nos municípios do Alto Vale para os próximos dias, que devem registar novas instabilidades climáticas. As comportas das barragens de Taió e Ituporanga seguem fechadas.  Além do Alto Vale do Itajaí, também houve registro de danos e alagamentos na Grande Florianópolis e no Sul do Estado por conta do temporal.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink