Onze municípios de Mato Grosso figuram entre os 100 maiores exportadores do Brasil

Agronegócio

Onze municípios de Mato Grosso figuram entre os 100 maiores exportadores do Brasil

Mesmo diante alguns recuos nos embarques, Mato Grosso figura com 11 municípios entre os 100 maiores exportadores do Brasil.
Por:
706 acessos

Mesmo diante alguns recuos nos embarques, Mato Grosso figura com 11 municípios entre os 100 maiores exportadores do Brasil. Sorriso é o 17º principal exportador brasileiro em 2016, até julho, registrando alta de 26,72% em relação ao ano passado e Rondonópolis o 30º, apesar da retração de 14,43% nas negociações.

Juntos, os 11 municípios somaram de janeiro a julho US$ 4,981 bilhões. As negociações são levemente superior aos US$ 4,625 bilhões do ano passado no período. As exportações em Mato Grosso somaram até julho US$ 9,289 bilhões, 16,54% superior aos US$ 7,968 bilhões do ano passado.

Os números constam na Balança Comercial Brasileira por Municípios, divulgado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Sorriso, apontam os dados da Balança Comercial, somou US$ 1,036 bilhão em sete meses negociados, 26,72% a mais que os US$ 818,1 milhões constatados no período em 2015. A soja libera com US$ 644,6 milhões negociados, seguido do milho com US$ 303,1 milhões.

Apesar da queda de 14,43% nas exportações, de US$ 810,3 milhões para US$ 693,4 milhões de um ano para o outro, Rondonópolis ficou em 30º lugar no ranking nacional. As tortas e outros resíduos sólidos de soja somaram US$ 478,1 milhões embarcados e a soja U$ 98,4 milhões, seguida do algodão com US$ 42,5 milhões.

Nova Mutum foi o 47º maior exportador do país. Assim como Rondonópolis, o município da região Médio-Norte apresenta em 2016 um recuo de 2,36% no comparativo com 2015, de US$ 495,3 milhões para US$ 483,6 milhões. A soja segue como principal commoditie embarcada com US$ 201 milhões.

Segundo o levantamento da Secex, Primavera do Leste é a 54ª colocada no ranking nacional com US$ 442,7 milhões. Mato Grosso conta ainda com Sinop no 56º lugar (US$ 419,1 milhões), Lucas do Rio Verde em 59º (US$ 392,3 milhões), Sapezal em 70º (US$ 337,4 milhões), Querência em 73º (US$ 329,3 milhões), Diamantino em 79º (US$ 308,1 milhões), Campo Novo dos Parecis em 84º (US$ 294,5 milhões) e Cuiabá em 98º (US$ 243,4 milhões). 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink