Agronegócio

Opinião: Socorro! Estou trabalhando demais...

"Lembre-se que em oito horas de trabalho é possível fazer muito, se nos concentrarmos no essencial"
Por:
3626 acessos
por Luiz Marins
                                                                             
É claro que acredito no que essas pessoas dizem, mas fico pensando o que devem dizer e o que fazem as pessoas realmente ocupadas como presidentes de grandes países ou de grandes empresas, por exemplo. Essas pessoas têm as mesmas 24 horas que todos nós. Como dão conta de tudo, se nós, com responsabilidades muito menores, nos atolamos na falta de tempo e no excesso de trabalho? Muitos dirão que essas pessoas têm muitos assessores, etc. mas mesmo assim a enorme responsabilidade continua sendo delas. Como fazem com suas preocupações?


Quando me vejo atolado com muito trabalho e paro para pensar, vejo também que estou sendo muito desorganizado em minha vida profissional. Quero fazer tudo ao mesmo tempo sem antes hierarquizar o que é essencial, importante e acidental. Quando percebo, estou fazendo uma porção de coisas acidentais, que poderiam ser deixadas para outra ocasião e deixando de fazer coisas realmente essenciais, as que realmente deveria fazer. Daí vem o estresse, o cansaço e muitas vezes uma sensação de incapacidade. Na verdade se trata apenas de organizar melhor a cabeça e as prioridades e em seguida colocar essa hierarquia no tempo e fazer primeiro as coisas essenciais.

Veja o tempo que perdemos com coisas que não trazem produtividade alguma ao nosso dia. Sem disciplina, gastamos tempo com fofocas, reuniões improdutivas, e-mails sem importância, conversas bobas. E daí o dia acaba e o essencial ficou sem ser feito. E então nos vem a sensação de que trabalhamos demais e que não temos tempo de fazer tudo o que temos que fazer e que somos explorados por este mundo desumano, etc., etc. Muitos de nós passamos a semana fazendo coisas acidentais e sem importância e depois temos que passar os finais de semana trabalhando em casa para compensar o tempo perdido no trabalho.


Sei que há pessoas de quem são exigidas tarefas extenuantes, mas a grande maioria de nós, temos mesmo é uma grande indisciplina em relação ao uso do tempo.  Usamos mal o tempo. Deixamos as coisas para a última hora. Vivemos atrasados e correndo. Correndo, porque estamos atrasados...

Faça você também um exame de consciência e veja se não está usando mal o seu tempo, falhando na organização do que fazer por não ter a sabedoria de pensar no que seja essencial, importante e acidental. Pense se você também não está passando pela vida como um acidente, fazendo somente coisas acidentais. Lembre-se que em oito horas de trabalho é possível fazer muito, se nos concentrarmos no essencial.


Tenha tempo para o que vale a pena. Saiba descansar e relaxar. Use bem as 24 horas do seu dia.

Pense nisso. Sucesso!

Prof. Luiz Marins é antropólogo, professor e consultor de empresas no Brasil e no exterior. Informações adicionais: www.marins.com.br, www.twitter.com/professormarinswww.facebook.com/programaprofessormarins 
 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink