Agronegócio

Orçamento do FCO para MT é de R$ 694 milhões

O montante é 19,79% superior aos R$ 579,3 milhões orçados ao Estado em 2006
Por: -Anelize Moreno
8 acessos

Este ano o Ministério da Integração Nacional vai disponibilizar R$ 694 milhões para Mato Grosso por meio do FCO. O montante é 19,79% superior aos R$ 579,3 milhões orçados ao Estado em 2006. Do orçamento inicial do ano passado, foram aplicados R$ 345,891 milhões até o fim de novembro (balanço mais recente), ou seja, 49,8% do total.

O baixo índice de aproveitamento é conseqüência da crise que afetou o agronegócio, conforme observa o diretor do Departamento de Gestão dos Fundos de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional, Antônio Roberto Albuquerque Silva. Segundo ele, a crise provocou uma menor demanda por crédito. “Esperávamos liberar mais recursos do que o que foi efetivamente contratado”, diz.

A receita prevista para Mato Grosso este ano corresponde a 26,1% do orçamento do FCO para o Centro-Oeste, que é de R$ 2,659 bilhões. No ano passado, a região recebeu R$ 2,219 bilhões, dos quais apenas R$ 1,227 bilhão foram para as mãos dos tomadores até novembro, o que equivale a 55,2% do total disponibilizado.

INADIMPLÊNCIA -- O saldo de aplicações do FCO em Mato Grosso totaliza R$ 2,367 bilhões, sendo que as dívidas vencidas somam R$ 140,142 milhões. Isto significa uma taxa de inadimplência de 5,92% do montante aplicado. A média de inadimplência do Centro-Oeste é quase um ponto percentual abaixo do índice mato-grossense.

Silva considera que a crise do agronegócio não fez aumentar o índice de inadimplência e destaca que o Centro-Oeste tem a menor taxa de débitos atrasados entre as três regiões beneficiadas pelos fundos constitucionais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink