Organização Internacional do Café prevê queda na safra mundial
CI
Agronegócio

Organização Internacional do Café prevê queda na safra mundial

Por:

A produção mundial de café para o ano safra 2003/04 deverá ser de 101,5 milhões de sacas (60 quilos), o que representa uma queda de 15,48% em comparação com o volume de 120,11 milhões de sacas obtidas na safra 2002/03, segundo informou a Organização Internacional do Café (OIC) na sexta-feira em seu relatório sobre o mercado de café, de novembro.

A produção total de café arábica é estimada em 62,65 milhão de sacas em 2003/04, em comparação com 80,71 milhões de sacas em 2002/03, enquanto a de café robusta deverá estar em 38,86 milhões de sacas, em comparação com as 39,4 milhões de sacas na safra 2002/03. A parcela de café robusta na produção mundial subirá para 38,28% em 2003/04 em comparação com 32,81% em 2002/03. O consumo global de café é estimado em 110,70 milhões de sacas no ano de calendário de 2003, em relação aos 108,2 milhões de sacas de café registradas no ano de 2002.

Ásia e Oceania

As estimativas da entidade que representa os países produtores de café são de que, na região da Ásia/Oceania, a produção total ficou bastante estável em 24,62 milhões de sacas em 2003/04, em comparação com as 24,38 milhões de sacas registradas em 2002/03. Com exceção do Vietnã, onde a produção caiu 2,64% para 11,25 milhões de sacas em 2003/04, os maiores produtores da região elevaram sua produção.

Na Indonésia, a OIC informou que a produção subiu 6,7% para 6,05 milhões de sacas em 2003/04, em comparação com as 5,67 milhões em 2002/03. A produção na Índia ficou estável em 4,61 milhões de sacas em 2003/04, em comparação com 4,59 milhões de sacas em 2002/03.

A produção na África é estimada em cerca de 15,04 milhões de sacas em 2003/04, comparados com 14,28 milhões de sacas em 2002/03, com cortes esperados nos dois principais países exportadores da região, Costa do Marfim e Etiópia. A produção da Costa do Marfim é calculada em 2,33 milhões de sacas em 2003/04, comparados com 2,68 milhões de sacas em 2002/03, informa a OIC.

Na Etiópia, a produção declinou para 3,25 milhões de sacas em 2003/04, de 3,76 milhões no ano anterior. No México e na América Central, a produção subiu 4,38% para 17,21 milhões de sacas em 2003/04, de 16,49 milhões de sacas em 2002/03. Na América do Sul, a OIC estima produção de 44,64 milhões de sacas, em comparação com 64,96 milhões de sacas em 2002/03, principalmente devido à menor produção no Brasil, de 28,46 milhões em 2003/04, comparados com 48,48 milhões em 2002/03. Os estoques iniciais de café nos países exportadores são calculados em 21,29 milhões em 2003-04, comparados com 19,51 milhões de sacas em 2002/03, segundo a organização com sede em Londres. Os estoques de café verde nos países importadores, incluindo portos livres, estão estimados em 20,12 milhões de sacas em 2002, superiores aos 18,64 milhões de sacas em 2001.

Preços futuros

Os preços futuros do café arábica subiram 1,76% em Nova York com a venda de posições por parte dos fundos. Os contratos para maio fecharam a 66,25 centavos de dólar por libra-peso.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink