Os pecuaristas não concordam com o aumento do leite
CI
Agronegócio

Os pecuaristas não concordam com o aumento do leite

Os produtores argentinos receberão $ 1 peso por litro
Por:

  O presidente da União Geral de Produtores de Leite, Emiliano Amondarain, questionou o acordo do Governo com o setor lácteo, ao considerar que, como não contam com amparo, muitas empresas não vão aceitar. "Não é suficiente. Na realidade não serve para nada", disse Amondarain.

Segundo o produtor de leite, não é que só esse acordo não serve, mas que nesta mesma situação outros acordos foram feitos e que não foram cumpridos. A Confederação de Associações Rurais de Buenos Aires e La Pampa (Carbap) informou que o processo de concentração no setor intensificou. "É necessário começar a liberar lentamente o mercado para promover uma maior produção", disse a entidade. O acordo com o setor lácteo assinado nessa segunda-feira (20), prevê que até dezembro os produtores de leite cobrarão pelo litro $ 1 peso, enquanto que no mercado consumidor o litro segue $ 1,80 pesos. O anúncio foi pronunciado pelo secretário da Agricultura, Carlo Cheppi.

Confira aqui o conteúdo original 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.