Ovos: em janeiro a pior relação de preços entre granja e varejo

Ovos

Ovos: em janeiro a pior relação de preços entre granja e varejo

Em janeiro o produtor de ovos paulistano sofreu queda mensal de 16,8% na comercialização do seu produto
Por:
28 acessos

Em janeiro o produtor de ovos paulistano sofreu queda mensal de 16,8% na comercialização do seu produto. Em doze meses, o índice de perda ficou em 15%. Na outra ponta, ou seja, no varejo paulistano, também houve perdas na comparação mensal e anual. Porém, em índices bem menores que os verificados na granja: em relação ao mês anterior, de 4%, e, em relação a janeiro de 2018, de 5,4%.

Com isso, houve piora significativa na relação com o varejo: o preço na granja equivaleu a apenas 26,1% do comercializado no varejo, equivalendo a pior relação desde que o levantamento passou a ser realizado.

Assim, a perda de participação do produtor de ovos atingiu 4 pontos percentuais na comparação mensal pois o preço da dúzia de ovos na granja equivaleu a cerca de 30,1% do alcançado no varejo em dezembro último. Em doze meses a perda foi um pouco menor, cerca de 3 pontos percentuais.

Por ora, os preços médios alcançados por ambos os produtos no decorrer de fevereiro indicam forte recuperação do índice favorecendo os avicultores, com a participação subindo para algo próximo dos 40%. 
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink