Ovos: excessos de produto começam a derrubar as cotações

Ovos

Ovos: excessos de produto começam a derrubar as cotações

Desajuste entre oferta e demanda causou leve baixa nos negócios realizados com ovos brancos e vermelhos
Por:
74 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Na terça-feira (21), após dezessete dias de preços estabilizados, o desajuste entre oferta e demanda causou leve baixa nos negócios realizados com ovos brancos e vermelhos. Nos ovos brancos a queda – 1ª da semana e do mês, 37ª do ano – derrubou o preço médio diário para R$61,00, equivalendo a quase um quarto de diferença para o mesmo período do ano passado. Vinte reais a menos por caixa. De toda forma, ainda permanece 3,4% acima do praticado no início de agosto corrente.

Nos ovos vermelhos a queda acompanhou a verificada nos ovos brancos com a diferença a maior se mantendo até R$3,00 a mais por caixa, ou seja, foram comercializados por um mínimo de R$60,00 a um máximo de R$65,00, equivalendo a 27% de redução sobre o preço médio diário praticado no mesmo período de 2017.

Segundo a Jox Assessoria Agropecuária a lentidão na saída do produto no varejo tem causado crescimento dos estoques e, com isso, restringido a atuação dos compradores. Por isso, os fechamentos existentes são disputados nos preços. Com a falta de perspectiva até que o consumidor tenha seu poder de compra restabelecido os preços devem seguir vulneráveis. E, infelizmente, as ofertas superam a demanda existente. E, nesses casos, cada um procura negociar segundo suas necessidades.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink